Verificação em duas etapas: por que ela se tornou essencial no digital?

30 / 08 / 2022

verificacao-em-duas-etapas

A presença da verificação em duas etapas pode ser algo que você já tenha visto nos aplicativos com dados sensíveis, como bancos, redes sociais e contas pessoais ou corporativas.

Num período de forte migração para o ambiente digital, a segurança de dados fica ainda mais importante, principalmente tratando-se do acesso a informações sigilosas. O acesso a contas e a transferência de arquivos corporativos, ainda mais com a tendência do home office, deve ser um ponto de atenção entre empresas e funcionários.

Para evitar a possibilidade de invasões cibernéticas e roubos de dados nas empresas, alguns recursos surgiram para tornar o ambiente digital mais seguro para os usuários. Grandes empresas que oferecem as principais ferramentas digitais, como o Google e a Meta, aderiram ao uso da verificação de dois fatores.

Acompanhe o conteúdo sobre a autenticação de dois fatores e descubra porque ela é essencial no mundo digital!

O que é verificação em duas etapas?

O sistema de verificação em duas etapas é uma medida extra de segurança que muitos aplicativos e softwares utilizam para confirmar a identidade do usuário durante o acesso a uma conta.

Essa funcionalidade adiciona uma etapa de liberação do acesso ao processo de login e reduz o risco de invasão, clonagem ou roubo a contas como redes sociais, WhatsApp, Telegram, contas do Google ou Microsoft, contas bancárias e até games.

A verificação acontece com o envio de um código para o smartphone, que pode ser via SMS, ligação, notificação push, token ou e-mail vinculado à conta. Alguns sites ou aplicativos podem solicitar também a configuração de leitura facial, identificação por voz ou biometria.

Outra forma de verificação do acesso é o uso de aplicativo de autenticação, que fazem a atualização automática e constante dos códigos de acesso ou enviam uma solicitação para confirmação do acesso.

Por fim, existem também os tokens via USB, que são inseridos via cabo em computadores ou celulares. Eles também geram códigos únicos, para usar no momento do login. Os pontos fracos do dispositivo são seu alto valor e a possibilidade de perda.

>> Confira: Face Match: uso de IA para aprimorar a validação cadastral

Como passar pela verificação em duas etapas?

Cada site ou aplicativo tem uma forma específica de fazer a autenticação em dois fatores. A habilitação desse recurso normalmente fica na área de configuração ou segurança do aplicativo ou site, com as instruções.

Caso a verificação seja via e-mail, ligação ou SMS, é importante certificar-se de que os dados de e-mail e telefone estão atualizados. Da mesma forma, é importante atualizar os dados caso o acesso a esses dispositivos seja perdido, para não correr o risco de perder o acesso à conta.

A recomendação mais importante para garantir a efetividade desse recurso é nunca compartilhar o código de segurança com outras pessoas, principalmente via mensagem. Apesar de muitos aplicativos de mensagem serem criptografados, enviar o código por mensagem facilita o acesso de hackers ou pessoas mal intencionadas à conta que estava protegida.

Para aplicativos ou sites que não têm verificação de dois fatores, uma alternativa interessante é utilizar aplicativos geradores de senhas.

Entre as redes sociais mais conhecidas que já utilizam a verificação de dois fatores no seu processo de cadastro e acesso, temos principalmente o Google e o WhatsApp. Confira como funciona cada uma.

Autenticação do Google

A autenticação de dois fatores do Google é válida para qualquer dispositivo móvel ou computador. Com ele, utiliza-se primeiro a senha cadastrada, em seguida o smartphone para confirmar o acesso.

A ativação pode ser feita pelo caminho “Segurança” > “Verificação em duas etapas” > “Primeiros Passos”, na conta Google.

Autenticação do WhatsApp

Já a confirmação em duas etapas do WhatsApp é opcional e aparece na tela após realizar o registro do telefone no aplicativo. Ele solicita o PIN que foi criado pelo usuário e que pode ser recuperado via e-mail.

>> Leia também: 10 cuidados com segurança digital que você deve ter

Onde utilizar a verificação de dois fatores?

Entender quais contas estão mais vulneráveis e precisam de uma etapa extra de verificação de segurança é importante, principalmente se seu objetivo também é proteger contas pessoais que normalmente não são adquiridas já com um sistema de autenticação, como contas ou equipamentos corporativos.

Para isso, fizemos uma lista com as contas recomendadas para inserir esse recurso. Confira:

  • E-mail;
  • Redes sociais;
  • Banco digital/Contas de fintechs;
  • Aplicativos de gestão (financeiro, tempo, tarefas etc.);
  • Aplicativo de mensagens instantâneas (WhatsApp, Telegram etc.);
  • Armazenamento em nuvem (iCloud, Google Drive etc.).

Qual a importância da verificação em duas etapas?

Como muitos usuários utilizam senhas fracas e fáceis de hackear, o aumento crescente em casos de crimes cibernéticos faz com que empresas e usuários busquem ainda mais recursos de segurança digital

De acordo com uma pesquisa feita pela Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg) para a CNN Brasil, a procura por seguros cibernéticos aumentou 41,5% no primeiro trimestre de 2022, comparado ao ano anterior. Além disso, empresas brasileiras investiram mais de R$34 milhões em seguros cibernéticos, nesse mesmo período.

Isso mostra que, com a vulnerabilidade digital aumentando, investimentos em ferramentas de segurança passam a ser essenciais para a integridade dos dados de uma empresa. O processo de dificultar o acesso de terceiros a contas passa a ser importante não só para o usuário, mas também para as corporações.

A recuperação de dados perdidos ou contas roubadas pode ser muito mais complexa, senão até irreversível, do que a adoção do sistema de autenticação de dois fatores. Por isso ela se torna cada dia mais indispensável e pode evitar muita dor de cabeça!

Em resumo, os 4 principais motivos para ativar a autenticação de dois fatores são:

  1. Aumenta a segurança no armazenamento de dados;
  2. É um recurso gratuito;
  3. Dificulta o acesso de terceiros, roubo de dados ou fraudes;
  4. É mais simples e descomplicado do que recuperar contas perdidas.

Ainda não se convenceu da importância da verificação em dois fatores? Não perca mais tempo e proteja suas contas de ataques cibernéticos o quanto antes!

>> Saiba mais: Como mapear e combater ciberataques com Inteligência Artificial

Para complementar ainda mais suas ferramentas de segurança digital, confira as soluções da Cedro Technologies para implementar em seu negócio!

Deixe uma resposta