home Sem categoria Vantagens Open Banking: facilitando o dia a dia das pessoas

Vantagens Open Banking: facilitando o dia a dia das pessoas

O uso de telefones, computadores e tablets para a execução de transações financeiras já faz parte da rotina de várias pessoas. Por meio de aplicativos mobile e sites, podemos enviar dinheiro para outras pessoas, efetuar pagamentos, investir em fundos e consultar os mais diversos dados bancários. Hoje, o banco está nos nossos bolsos e é não mais necessário ir até uma agência para ter acesso aos serviços de sua instituição financeira.

Mas será que ainda há espaço para evolução? Graças ao conceito do Open Banking, sim. Com o auxílio de APIs, informações financeiras passaram a ser acessíveis em vários ecossistemas, tornando o uso de aplicativos financeiros mais integrado e convergente. Quer saber mais? Então, veja o nosso texto de hoje!

Afinal de contas, o que é o Open Banking?

As APIs (Applications Programming Interface, ou Interface de Programação de Aplicativos, em tradução livre) são indispensáveis para o desenvolvimento de aplicativos. Elas permitem a troca de informações entre diferentes sistemas, tornando a experiência de uso do usuário mais integrada e com maior poder de compartilhamento de dados. Basta inserir algumas linhas no código fonte do software e desenvolvedores poderão se comunicar com sites, outros aplicativos e interfaces de hardware do sistema operacional.

No ambiente financeiro, as APIs permitiram a criação do Open Banking. Esse conceito inovador envolve o desenvolvimento de um ambiente com alta troca de dados, que proporciona serviços mais inovadores e ecossistemas com maior integração. Basta a autorização do usuário, e um app poderá recuperar dados recentes sobre as movimentações financeiras de uma pessoa, realizar investimentos e outras operações bancárias.

E a segurança?

Um dos maiores receios de quem pretende adotar o Open Banking são os problemas de segurança que ele pode causar. Mas com uma boa estrutura e métodos de desenvolvimento de aplicativos mobile mais seguros, é possível criar apps que podem tirar o máximo de APIs financeiras sem expor o usuário.

O principal ponto de preocupação, para o developer, está na forma como as informações serão coletadas, transferidas e armazenadas. Ele deve garantir que esses processos ocorram em canais seguros, com maior estabilidade e um baixo número de vulnerabilidades de segurança. Assim, serviços serão criados com maior liberdade e capacidade de atrair clientes.

Vantagens Open Banking

Diante da possibilidade de acessar informações com segurança, o Open Banking poderá causar um grande impacto no dia a dia de várias pessoas. Bancos que adotam o Open Banking possuem usuários mais engajados e que utilizam com maior frequência os seus serviços bancários. O motivo é simples: conveniência.

O uso de APIs permite que serviços de e-commerce, por exemplo, vendam produtos com mais facilidade e agilidade. Ao integrar os sistemas de venda com a plataforma de uma instituição financeira, uma empresa de vendas pode comercializar os seus produtos com mais facilidade, permitindo o pagamento de compras com menos burocracia. Assim, clientes podem adquirir itens sem a necessidade de inserir dados de cartão de crédito e outras informações sensíveis.

O Open Banking também dá mais visibilidade para bancos e aplicativos que utilizam as APIs de uma corporação. Serviços poderão ser criados com um conjunto maior de funções, exibindo dados relevantes para o usuário, com maior segurança e privacidade. Assim, cada pessoa terá aceso a dados relevantes a qualquer momento, criando uma rotina financeira mais organizada e simples.

Qual é a sua opinião sobre o Open Banking? Conta pra gente!

Gostou? Compartilhe:

Eduardo Finzi

Eduardo Finzi

Eduardo Finzi é Diretor de TI da Cedro, com experiência como cientista da computação em empresas do segmento atacadista, telecom e financeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *