Testes essenciais no desenvolvimento de um software

22 / 06 / 2018

 

É notório que quando falamos em testes de software, devemos lembrar que estes são divididos em diversos tipos. Cada dia, milhares de sistemas são lançados no mercado e no cotidiano das pessoas, fazendo com que cada vez mais estes sistemas passem a fazer parte dos processos de praticamente 90% das empresas que utilizam algum tipo de sistema para realizar suas operações que envolvem lucros, pagamentos e administração.

Testes essenciais no desenvolvimento de um software

As pessoas vêm utilizando seu smartphone para informar todos os seus dados, agenda e utilizar na comunicação a importância de se realizar todos os tipos de testes em um sistema. Ainda não é 100% garantido que não possa haver falhas, porém, quanto maior a quantidade e a qualidade de testes, significa uma aplicação funcionando com a necessidade do cliente e garantindo resultados esperados.

Teste de Usabilidade: O software é fácil de usar, qualquer pessoa consegue executar as operações sem precisar de um diploma?

Teste de Confiabilidade: Podemos contar com o funcionamento do software? Ele é flexível a possíveis falhas?

Teste de Segurança: O software é resistente a ataques e invasões? Possui todos os parâmetros de segurança? É seguro contra possíveis fragilidades humanas?

Teste de Portabilidade: É possível utilizar o software em diversas plataformas?

Teste de Acessibilidade: Qualquer usuário, deficiente ou não, consegue utilizar o software?

Teste de Performance: A capacidade de resposta é suficiente? Consegue uma quantidade de conexões simultâneas sem apresentar lentidão?

 

Segue abaixo uma breve descrição de cada tipo de teste destacada no artigo:

Teste de Usabilidade

É, basicamente, um teste focado na experiência do usuário. É muito importante e não podemos deixá-lo de fora, afinal, nós, programadores e analistas de teste, estamos criando um produto para os usuários que devem ter uma comunicação fácil e utilizar a mesma linguagem de operação, ou seja, se o usuário não conseguir utilizar o sistema não adiantou de nada desenvolvê-lo. Os testes praticamente são consequência da interface, layout, acesso às funcionalidades etc. Esse teste é feito por um pequeno grupo de usuários para ver se o software satisfaz as suas necessidades. Neste teste, analisa-se como o usuário usa o sistema, verificando onde ele tem mais dificuldade. Ouve-se também suas impressões, porém, é preciso confrontá-las com as observações do avaliador

Teste de Confiabilidade

É um teste em que são validadas as entradas, saídas e operações efetuadas em relação aos requisitos definidos para a aplicação. Sua função é garantir que o software recebe corretamente os dados, realiza o processamento adequadamente e apresenta os resultados esperados.

Teste de Segurança

O Teste de Segurança tem como meta garantir que o funcionamento da aplicação esteja exatamente como especificado. Verifica também se o software se comporta adequadamente mediante as mais diversas tentativas ilegais de acesso, visando possíveis vulnerabilidades. Para isso, testa se todos os mecanismos de proteção embutidos na aplicação de fato a protegerão de acessos indevidos.

É muito comum que as aplicações se tornem alvo que buscam provocar ações que possam prejudicar ou, até mesmo, beneficiar pessoas. Em função de situações como estas, o Teste de Segurança propõe demonstrar se a aplicação faz exatamente o que deve fazer ou se a aplicação não faz o que não deve ser feito, possibilita que dúvidas sobre prováveis vulnerabilidades do software sejam sanadas, pode auxiliar também na definição de um plano de contingência, visando determinar qual precaução será tomada contra os possíveis ataques.

Teste de Portabilidade

No contexto da informática, a portabilidade de um programa de computador refere-se à característica das aplicações serem executáveis em outras plataformas além da programada inicialmente, a portabilidade de um programa de computador ou aplicativo mobille é a sua capacidade de ser compilado ou executado em diferentes arquiteturas (seja de hardware ou de software).

Teste de Acessibilidade

Tipo de teste que se realiza um processo minucioso e inteligente que verifica passo a passo se um sistema ou um aplicativo móvel pode ser usado por pessoas com Deficiência (PCD), sem a total ajuda de outras pessoas após aprender as suas funcionalidades que uma pessoa consiga intender e executar as ações do software adequado a sua necessidade atendendo as normas exigidas.

Teste de Performance

O Teste de Performance consiste em avaliar a capacidade de resposta, robustez, disponibilidade, confiabilidade e escalabilidade de uma aplicação, conforme a quantidade de conexões simultâneas, avaliando seu desempenho em alta carga de trabalho e considerando seu comportamento em circunstâncias normais.​