home Sem categoria A fintech mais valiosa da Europa: Klarna

A fintech mais valiosa da Europa: Klarna

Klarna é a fintech mais valiosa da Europa. A startup conquistou esse posto com a última rodada de investimentos no início de agosto de 2019. Agora, a empresa sueca está avaliada em US$ 5,5 bilhões.

Com total de $460 milhões de dólares, a rodada de investimento foi liderada pela Dragoneer, empresa de investimentos de São Francisco, nos Estados Unidos, que também já investiu no Spotify. Os aportes nessa rodada também contaram com a participação de: Commonwealth Bank of Australia, HMI Capital LLC, a companhia de investimento Merian Chrysalis, o fundo de pensão sueco AP1, IPGL, IVP, entre outros fundos e contas gerenciados pela BlackRock.

Até o início de 2019, a Klarna ainda era avaliada em 2,5 bilhões de dólares. Já em abril, chegou a US$ 3,5 bilhões, com o investimento de companhias como Hennes & Mauritz, Sequoia Capital e Permira. Agora, valendo US$ 5,5 bilhões, figura como a fintech mais valiosa da Europa e a oitava no mundo.

A fintech está cada vez mais perto de realizar uma IPO (Initial Public Offering) ou Oferta Pública Inicial. Em entrevista para o Financial Times, o CEO da Klarna, Sebastian Siemiatkowski, afirmou que ainda não há uma decisão formal, mas que essa abertura é a mais provável e deve mesmo acontecer logo. 

Como a Klarna atua?

Fundada em 2005, a fintech Klarna atua no pagamentos de compras online com o mote “compre agora e pague depois”, oferecendo um modelo para adiar o pagamento com cartões de crédito e débito.

Para dar mais garantias às empresas parceiras, a Klarna faz todo o gerenciamento de riscos, fraudes e crédito. Atualmente, a fintech já conta com 60 milhões de usuários e, só na Europa, conta com 70 mil comerciantes online. 

A empresa já realizou transações no valor de US$ 29 bilhões nesse período de atuação, ganhando com taxas sobre os valores recebidos diretamente das empresas que possuem parceria com a fintech. Em 2018, o lucro da empresa girou em torno de US$ 19 milhões, com uma receita de $ 627 milhões de dólares.

Com o novo aporte financeiro, a expectativa do CEO é expandir ainda mais nos Estados Unidos, seu principal foco atualmente, onde está conquistando público a uma taxa de crescimento de 6 milhões de novos usuários por ano.

Outros artigos para você:

Gostou? Compartilhe:

Gabriel Rodrigues Alves Santos

Gabriel Rodrigues Alves Santos

Analista de Marketing na Cedro Technologies. Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).