Como garantir a segurança digital na gestão de dados corporativos?

3 / 11 / 2022

seguranca-digital-na-gestao-de-dados-corporativos

A gestão de dados corporativos é assunto de cabeceira para empreendedores — independentemente do porte do seu negócio ou do seu nicho de atuação. Especialmente no que diz respeito à segurança digital dessas informações.

Afinal de contas, vazamentos e roubo de dados se tornaram atividades constantes no mundo digital. Ter planejamento, preparo e alinhamento com as melhores soluções e inovações tecnológicas permitem que a sua empresa se torne mais blindada contra essas ações que causam prejuízos múltiplos.

Mas, afinal de contas, como garantir a segurança digital na gestão de dados corporativos? Siga com esta leitura para saber tudo a respeito!

O que é segurança digital?

O termo está relacionado a um segmento de TI que se preocupa na proteção de dados e no tráfego seguro deles — interna ou externamente — pelos softwares, redes e servidores de uma empresa.

Esses dados, inclusive, podem ser todo tipo de informação digital, como documentos, arquivos, senhas, cadastros, hábitos de consumo de usuários da internet, etc.

>> Saiba mais: 10 cuidados com segurança digital que você deve ter

O que significa a segurança de dados?

Paralela e intimamente relacionado ao termo anterior, podemos também falar sobre a segurança de dados. Aqui estamos falando de ações que tenham como o principal objetivo a prevenção e a proteção de todo o seu sistema digital contra ações maliciosas — como o roubo, extravio ou acessos indevidos e não autorizados.

Essa é, inclusive, uma das principais preocupações de gestores no mundo inteiro, atualmente: até 2025 existe uma expectativa de que ações de cibersegurança vão custar US$ 10,5 trilhões anualmente e ao redor do globo.

Pode parecer — e é — muito dinheiro para direcionar a um segmento tecnológico. Mas é fundamental entender que os prejuízos causados por um ataque bem-sucedido correm de múltiplas fontes. Pois ataca as finanças da empresa, seus processos e produtividade e também a reputação da marca. Problemas que podem ser difíceis de contornar em curto e médio prazo.

Para tanto, empresas têm se mobilizado em múltiplas frentes para combater a criminalidade virtual. E a segurança digital na gestão de dados corporativos pode ser pautada em cinco aspectos principais:

  • confidencialidade de dados, restringindo acesso e uso de informações a pessoas autorizadas;
  • autenticidade e integridade, evitando que informações sejam indevidamente corrompidas e modificadas;
  • conformidade, que condiz com o alinhamento às leis vigentes — como a LGPD;
  • disponibilidade, que diz respeito à facilidade e qualidade de acessibilidade da informação;
  • irretratabilidade, um termo que confirma a autoria de uma transação de dados.

Assim fica mais fácil compreender a importância da gestão de dados corporativos e também abre espaço para entender o papel da segurança digital na qualificação dessa atividade.

>> Confira: Quais são os tipos de segurança digital?

Como fortalecer a segurança digital da sua empresa?

O processo de enriquecimento da sua segurança digital deve ser praticado de maneira tão diversificada quanto são as ações para burlar e violar o seu sistema.

Confira, a seguir, algumas medidas que contribuem para o aprimoramento da sua gestão de dados corporativos!

1. Políticas internas

Defina, claramente, quais são as políticas internas de uso e manipulação dos dados. É fundamental que todos saibam, exatamente, quais são as suas responsabilidades e obrigações para garantir a proteção dessas informações e também o uso ético de dados da empresa.

2. Controle de acesso

Modere o acesso interno aos dados somente para quem deve usá-los. Isso evita acessos e práticas indevidos e confere mais organização no controle e na gestão de dados corporativos.

3. Sistema de segurança na nuvem

Depender menos de servidores físicos é uma tendência que chegou para ficar. Isso porque, os servidores na nuvem não exigem estrutura física para serem implementados e oferecem mobilidade e flexibilidade para as empresas.

Com destaque complementar ao aumento da segurança digital das suas informações porque são soluções constantemente atualizadas. Ou seja: o seu servidor passa por revisões periódicas que fortalecem, continuamente, o sistema de proteção e os seus dados armazenados, consequentemente.

4. Backup dos dados

Confiar em apenas uma via de proteção dos dados não é exatamente a medida mais segura. Por isso, certifique-se de que os seus servidores e sistemas contem com recursos de backup.

Assim, qualquer problema, como a perda de dados, relacionado às informações armazenadas pode ser rapidamente solucionado por meio da restauração da última versão feita pelo backup.

5. Atenção à legislação

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) é outro aspecto determinante para a boa gestão de dados corporativos e também à sua segurança digital.

A LGPD tem tudo muito bem definido sobre obrigações, responsabilidades, direitos e uso ético das informações digitais coletadas e armazenadas. É obrigatório estar em alinhamento com a lei, portanto, para evitar problemas com os órgãos fiscalizadores.

Para saber mais sobre o assunto, confira nosso artigo que explica como manter sua empresa em conformidade com a LGPD!

Como aplicar a segurança digital na sua empresa?

A boa gestão de dados corporativos considera as ameaças internas, em uma empresa, e também as ameaças externas. Que não são poucas.

Tentativas de invasão e roubo de dados se tornaram atividades comuns e frequentes, e diversificadas. Um sequestro de dados ou mesmo a instabilidade intencional do sistema pode causar prejuízos de toda espécie para o seu negócio.

Por isso, investir em segurança digital não é despesa, mas um investimento necessário para agregar conforto e tranquilidade aos seus clientes e usuários. E ainda garante melhor eficiência operacional, para o seu empreendimento, evitando que ações nocivas e maliciosas prejudiquem o bom trabalho prestado por toda a sua equipe.

Para auxiliar empresas que operam com compliance ou estão procurando uma forma de aplicar essa estratégia de forma mais segura, a Cedro Technologies traz o Data Engine, uma ferramenta que reúne informações relevantes de forma simples e efetiva através de dados como o CPF ou CNPJ.

Com o Data Engine é possível ter acesso a dados de forma simples e centralizada, consultar e validar dados para geração de relatórios e mais. Facilite o dia a dia da sua equipe com um recurso automatizado e de confiança.

Saiba mais sobre essa solução da Cedro Technologies e implemente essa mudança na sua empresa! 

Deixe uma resposta