Saiba como ter uma equipe de TI inovadora

17 / 03 / 2017

A essência de TI (Tecnologia da Informação) é a inovação, pois atua com tecnologias em constante evolução. A missão da equipe de TI é estar sempre atualizada quanto aos recursos tecnológicos que poderão ser úteis para otimizar os processos, integrar as pessoas, ampliar a produtividade, abrir novos mercados, aumentar as margens de lucro e melhorar os resultados globais da empresa.

Para entendermos o que é inovação, precisamos conhecer os dois principais tipos:

Inovação tecnológica

Trata-se de mudanças nos produtos, que lhes conferem melhorias incrementais ou provocam sua substituição por outro que ofereça funcionalidades anteriormente inexistentes, mudanças nos processos produtivos ou de prestação de serviços que os tornam mais ágeis e econômicos.

Por exemplo: a telefonia móvel substituiu a telefonia fixa e tornou mais acessível o serviço de telecomunicações, ou seja, foi uma inovação tecnológica de produto e processo simultaneamente.

Inovação de modelo de negócio

Trata-se de mudanças na forma de oferecer um produto ou serviço para o mercado. Por exemplo, as lojas virtuais (e-commerce) geraram um novo modelo de negócios para as lojas físicas, ampliando suas fronteiras e reduzindo drasticamente os custos operacionais.

Todos sabemos que uma boa ideia de negócio é aquela capaz de preencher uma “lacuna” do mercado — a ideia satisfaz algum tipo de necessidade para a qual não há nenhuma outra solução disponível atualmente. Este é um elemento importante, mas não é o suficiente para apreender o conceito de inovação.

Mais do que somente uma boa ideia, a inovação acontece quando os consumidores estão realmente dispostos a pagar por ela. Surpreendentemente, equipes de TI tendem a negligenciar a importância das habilidades necessárias para fazer com que isso aconteça.

Para ter uma equipe de TI inovadora é preciso estar atento a alguns aspectos, que descreveremos a seguir:

Equipe multidisciplinar de TI

É ideal ter na equipe de TI pelo menos quatro profissionais: um focado em infraestrutura, outro voltado para o suporte aos usuários, o encarregado pelo desenvolvimento de novas soluções e um escolhido para a coordenação da equipe.

Estes profissionais têm conhecimentos e habilidades complementares, que possibilitam agregar inovações que geram valor para os negócios. Leve em consideração que para inovar são requeridas competências mercadológicas, tecnológicas e gerenciais, que dificilmente serão encontradas e reunidas em um único indivíduo.

Liderança solo e o aumento da velocidade nos processos de trabalho

Cada equipe de TI deve ter apenas um profissional designado como líder. Embora algumas formações tenham experimentado liderança dupla ou tripla, raramente atingem o sucesso.

As principais desvantagens de não se contar com um líder único são a ineficiência das decisões tomadas e a redução da moral do grupo. A igualdade de direitos de voto cria bloqueios sobre decisões e colaboradores mal-humorados.

Um líder solo é livre para aplicar sua perspectiva e tomar decisões finais, o que ajuda a manter o processo de trabalho em rápido movimento — algo vital na área de TI.

Em outras palavras, é preferível continuar a avançar mesmo com informações imperfeitas do que ter uma equipe estagnada à espera de elucidações minuciosas e resoluções dos inevitáveis conflitos de vaidade.

Pensar “fora da caixa” não basta

O primeiro passo para construir uma equipe de TI inovadora é selecionar as pessoas certas. A melhor forma de fazer isso é compreendendo o trabalho real que a equipe fará e, em seguida, otimizar o pessoal em torno dessas atividades.

De modo geral, sua equipe de TI deverá atuar em 3 fases ou etapas distintas e complementares:

  • fase criativa: responsável por gerar novas ideias de negócios;
  • fase analítica: para entender o escopo, o alcance e o potencial de negócios da sua empresa;
  • fase de desenvolvimento: voltada ao refinamento das ideias mais promissoras e à realização do teste de mercado.

Com estas diferentes etapas em mente, reunir um grupo de profissionais capazes de pensar “fora da caixa” claramente não será suficiente para o sucesso, uma vez que a geração de insights é apenas uma parte do processo.

Com o objetivo de formar uma equipe de TI inovadora, o ideal é reunir um time que tenha a “maior caixa” possível.

Seleção assertiva

É importante que o RH da sua empresa seja orientado a buscar profissionais resilientes, focados em soluções e que tenham sede de conhecimento. Com este perfil bem traçado, a contratação de profissionais inovadores estará assegurada.

Conviver com pessoas inovadoras

Ao longo do ano são promovidos diversos eventos e feiras tecnológicas, nas quais é imprescindível a participação de alguém da equipe de TI.

Esta pessoa será responsável por repassar um relato da sua vivência e por compartilhar as informações disponibilizadas, já que os bons eventos são documentados em vídeos, sites e blogs por exemplo, que democratizam o acesso às informações.

A importância do networking para uma equipe de TI

O velho ditado segundo o qual “não se trata sobre o que você conhece, mas quem você conhece” encerra relativa importância para equipes de TI. Todos os membros devem gozar de boas relações e fortes redes de contato pessoal para, sempre que preciso, encontrar respostas e auxílio rapidamente.

Em uma equipe de TI não há como separar o inovador individual de sua rede de contatos. Networking oferece um espectro mais amplo de conhecimentos além de suporte para solucionar os gargalos que possam surgir.

Isso é tão relevante que podemos afirmar com segurança que uma equipe de TI que não aplique networking será menos bem-sucedida.

Perspectiva de futuro

Sua empresa deve levar ao conhecimento dos profissionais de TI qual é a sua visão estratégica para o futuro, para que as ações sejam alinhadas nesse sentido e possam contribuir para seu alcance ou até para a ampliação.

Inovar não é uma tarefa fácil, requer capacitação, criatividade e autonomia. Os gestores de TI precisam extrair o melhor de suas equipes incentivando a liderança compartilhada e abrindo espaço para manifestações criativas.

É preciso dar vez e voz para cada membro da equipe de TI para que suas ideias inovadoras venham à tona e possam ser bem aproveitadas para o crescimento e desenvolvimento da empresa.

Vai aproveitar estas dicas para tornar sua equipe de TI inovadora? Então, deixe o seu comentário no post!