SAC 2.0: 5 soluções que o setor de TI pode aproveitar

O SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) sempre teve a incumbência de atender o público, sanando dúvidas, analisando solicitações, reclamações e sugestões.

Mas a problemática toda girava em torno da morosidade e burocracia que imperavam no SAC da maior parte das organizações, sendo um verdadeiro martírio para quem solicitava intervenção.

Felizmente, com o advento e força que as redes sociais conquistaram nos últimos tempos, a eficiência do SAC tem sido cada vez mais percebida. Tudo por conta que, hoje, é como se cada comprador estivesse em um púlpito, com um potente megafone em mãos para falar sobre suas experiências, seja para elogiar ou criticar.

Isto é, essa revolução ensejou o nascimento do SAC 2.0, uma forma de interagir que prima por elevar o atendimento ao cliente. Para saber mais, acompanhe os tópicos seguintes!

1. SAC 2.0

SAC 2.0 corresponde à estratégia de utilizar canais digitais para prestar atendimento aos consumidores, seja por meio das redes sociais ou de outras formas.

Dentre as iniciativas que podem ser desenvolvidas, é possível criar uma página de suporte, além de aplicar outras ferramentas, como chat online e autoatendimento, onde o cliente observa as dúvidas e problemas mais comuns, com as respectivas respostas.

Atualmente, existem ótimas soluções de suporte online, interligados com o e-mail e até com as redes sociais, recurso de grande valia para administrar as solicitações de suporte e garantir um serviço eficiente.

Outra característica do SAC 2.0 é o monitoramento contínuo das reações dos clientes e respostas a elas o mais rápido possível.

2. Chatbots

Os bots, para aqueles que não estão familiarizados com o termo, correspondem ao diminutivo de robot (robô em inglês), todavia o jeito mais simples de descrever esse termo seria chamar de softwares de respostas automáticas.

Os chatbots, também chamados de web robots, são desenvolvidos para realizar tarefas predefinidas e, assim, gerenciar automaticamente as interações, tendo como base as informações inseridas pelo usuário/cliente.

3. Redes sociais

As redes sociais já são ambientes totalmente preparados para o desenvolvimento de um serviço de atendimento ao cliente.

Isso acontece tanto pelo fato de que inúmeros recursos foram agregados a elas, pensando justamente na relação empresa/cliente, quanto pela característica de concentrar pessoas dispostas a solucionar seus problemas por meio delas.

Sendo assim, nenhuma empresa que se preze deve ignorar o uso das redes sociais como parte da estratégia de SAC 2.0, já que é uma plataforma gratuita e perfeita para essa aplicação.

4. WhatsApp

Que o WhatsApp é o maior aplicativo para trocas de mensagens, muita gente sabe, mas o mais interessante de tudo isso é que é possível explorar muitos aspectos dessa solução.

Não só a comunicação instantânea, mas também a publicidade e o atendimento ao cliente podem ser desenvolvidos de forma otimizada, atingindo um público com maior eficiência e prestando suporte com maior qualidade.

E o que pode parecer um meio de interação informal, já é usado por muitas empresas como um canal extremamente estruturado, viabilizando conversas mais dinâmicas e uma maior satisfação dos clientes.

5. Aplicativos específicos

Ainda que a empresa explore o universo das redes sociais, chatbots e WhatsApp, nada impede que implemente uma solução específica de SAC 2.0, afinal, o objetivo é, sobretudo, atender melhor o consumidor.

Plataformas web, cujo acesso pode ser feito tanto via desktop como mobile são excelentes alternativas para viabilizar uma interação mais próxima com os compradores, permitindo o acompanhamento de chamados e a categorização das solicitações, proporcionando uma melhor organização das demandas.

Pronto para implementar o SAC 2.0 na sua empresa? Não perca tempo! Mas, antes, não se esqueça de curtir a nossa página no Facebook!