O que é Open Finance e qual sua diferença de Open Banking?

16 / 06 / 2022

Você sabe o que é Open finance? E Open banking? A novidade da vez promete agitar o mercado financeiro, assim como seus antecessores bancos digitais, fintechs e pix fizeram. Compreender o impacto dessas inovações tecnológicas é importante não só para os negócios, como também para os consumidores, afinal, serão suas informações compartilhadas entre os gigantes do mercado.

A seguir vamos explicar o que são essas novas tecnologias e qual a principal diferença entre elas. Confira!

O que é Open Banking?

Para entender o que é Open Banking, antes é preciso saber como funciona o sistema de armazenamento de dados de instituições financeiras. Em geral, quando se cria uma conta em um banco, você fornece suas informações pessoais e, caso tudo esteja certo, você inicia seu histórico financeiro com aquela instituição específica. 

Na prática, isso significa que somente o seu banco escolhido e algumas organizações governamentais específicas terão acesso às suas transações financeiras realizadas desde o momento da criação da sua conta. 

Já com o Open Banking, é como se você possuísse um “único” histórico financeiro. Isso só é possível porque os bancos podem ter acesso aos seus dados financeiros, ainda que você não seja propriamente um cliente antigo deles. Ou seja, é como se as grandes bases de instituições financeiras que armazenam as transações monetárias de seus clientes se conectassem em uma só.

Todavia, a consulta a esses dados só pode ser feita mediante a autorização do titular da conta, o consumidor. Com essa nova tecnologia, o cliente passa a ser o maior responsável pelos seus dados bancários.

Algumas das principais informações compartilhadas são extratos, histórico de pagamentos e movimentações. De banco para banco, o compartilhamento ocorre conforme a necessidade ou desejo do cliente.

Essa tendência de sistema financeiro aberto (Open Baking) já está acontecendo há alguns anos na Europa. Já para o Brasil, a inovação tecnológica chegou somente em 2021. 

A chegada da “tubulação de dados” no país foi muito esperada, haja visto que a prática estimula a competitividade dos bancos e abre uma série de possibilidades para que os consumidores possam escolher conforme seu controle financeiro pessoal.  

Por meio da tecnologia, o consumidor poderá acessar os melhores serviços de cada instituição financeira, sem necessariamente criar uma nova conta do zero e ter que lidar com o processo burocrático de “início de conta”. Além disso, o mercado financeiro começa a adotar melhores práticas também.

>> Veja mais em “Open Banking: um panorama do mercado financeiro

O que é Open Finance?

Agora que você já compreendeu o conceito de Open Banking, é o momento de saber o que é Open Finance. Afinal, essa inovação tecnológica está com implementação prevista para 2022 segundo o cronograma do Banco Central. 

O Open Finance, basicamente, é uma evolução do Open Banking. Assim como o primeiro sistema financeiro aberto, o Open Finance também parte dos mesmos princípios. Ou seja, a viabilização de troca de informações financeiras de clientes entre grandes instituições monetárias do mercado.

Os princípios de consentimento, finalidade e otimização de processos são os mesmos. O que muda é que os operadores dessas informações aumentaram. Para além de só os bancos, as corretoras de seguros, serviços de câmbio, plataformas de investimentos, conta salário e fundos de previdência também passam a poder acessar os dados financeiros.

Portanto, quando se deparar com a dúvida de “o que é Open Finance”, tenha em mente que nada mais é do que um “Open Banking 2.0”. Lembrando que o controle do compartilhamento das informações pessoais financeiras aumenta ainda mais para o consumidor, já que o número de operadores cresceram também. 

A proposta de que a inovação tecnológica permite a criação de serviços e produtos personalizados conforme a necessidade de cada cliente se mantém ainda mais forte.

Resumindo, a principal diferença de Open Banking e Open Finance é que a primeira citada se resume a apenas bancos e órgãos públicos específicos. Já a segunda trata-se de um sistema financeiro aberto mais abrangente, onde outras instituições presentes no mercado financeiro também podem ter acesso aos dados monetários do cliente, mediante a permissão.

Por que as soluções Open Banking e Open Finance são necessárias? 

Conforme comentamos anteriormente, a burocracia de abertura de contas do zero nas instituições financeiras era um grande dilema enfrentado, onde o cliente precisava reunir uma série de documentações para comprovar seu histórico financeiro.  

Além de todo esse esforço ser preciso, sempre que o consumidor desejasse mudar de banco, ao contratar algum produto ou serviço específico de uma instituição financeira diferente da sua atual, todo o empenho precisava ser feito novamente.

>> Saiba também “O que é Open API? Entenda o conceito e suas possibilidades

Quais são as vantagens do consumidor?

Poder ter a praticidade de compartilhar seus dados financeiros de maneira mais prática, faz com que as pessoas, em geral, ganhem tempo e possam aproveitar as oportunidades que melhor se encaixam na sua realidade sem grandes dificuldades.

Também, como haverá uma consulta de dados em uma base “mãe”, todas as corporações do mercado financeiro deverão adotar boas práticas de armazenamento para que essas informações consigam ser facilmente verificadas.

Quando pensamos em “o que é Open Finance ou Open Banking”, devemos ter em mente que essas novas tecnologias vem para trazer também uma maior transparência no sistema bancário. Afinal, se esse for o desejo do cliente, outras instituições terão acesso a como está sendo dada a condução de seus dados monetários.

Open Finance e Open Banking é também a liberdade de o cliente decidir quem terá acesso aos seus dados, se eles poderão ser compartilhados e como será feito o processo. Uma centralização de informações que traz muito mais autonomia ao consumidor.

E, é claro, agora a avaliação de parceria entre bancos e consumidores terão dois lados. Não só o banco analisará o cliente para oferecer um determinado produto, como também o banco será ponderado pelo consumidor conforme a necessidade dele. Ou seja, quem quiser se destacar no mercado financeiro, vai ter que estar muito atento às dores de seu cliente.

Viu só como saber o que é Open Finance e Open Banking é fundamental para o presente e futuro do mercado financeiro? São soluções simples que afetam diretamente pessoas e empresas como um todo. 

Para conferir mais informações com maior rapidez e estar sempre à frente da sua concorrência, saiba como aliar o Market Data Cloud, solução da Cedro Technologies, aos objetivos da sua empresa.

Market Data Cloud

Quer deixar o seu negócio por dentro das principais atualizações do mercado financeiro, como B3, Moedas, Taxas, Indicadores Agrícolas e outros? Contrate a solução Market Data Cloud, que oferece APIs que podem ser utilizadas em diversas ferramentas e sistemas, trazendo informações em tempo real. 

Trabalhamos com diversas opções de protocolos para que nossas APIs atendam à necessidade da sua empresa. Hoje possuímos em nosso sistema os protocolos Rest, Websocket, Stream e muito mais. Rapidez de implementação garantida e alta estabilidade de sinal para você acompanhar o mercado financeiro

Converse com um de nossos especialistas para saber mais agora mesmo!

Deixe uma resposta