O que é AML? Entenda a importância dessas práticas

Segundo a pesquisa “2019 Global Identity and Fraud Report” realizada pela Experian, 75% das empresas brasileiras notaram um aumento de fraudes. No mundo, esse índice é um pouco menor: 55%. Diante desse cenário, a prevenção de fraudes é um grande desafio para os negócios. Você sabe o que é AML? Entenda a importância desse termo. Continue a leitura!

O que é AML?

Anti-Money Laundering (AML) é um conjunto de práticas e procedimentos para evitar o envolvimento com a geração de renda por vias ilegais. No Brasil, também é conhecido como Prevenção à Lavagem de Dinheiro (PLD).

Nos últimos anos, a corrupção e a instabilidade política têm sido temas frequentes nos jornais e programas de TV brasileiros. As instituições públicas e privadas estão cada vez mais preocupadas e trabalhando para evitar o envolvimentos com riscos como esses. Essas ações devem contribuir tanto para preservar a imagem da companhia, como para cumprir as normas e legislações vigentes. 

O trabalho de compliance deve avaliar os riscos envolvidos no monitoramento de novos clientes, colaboradores e fornecedores, por exemplo, lidar com informações complexas e, por isso, exige seriedade, cuidado e respeito. O engajamento de todos os colaboradores da instituição nesse mindset é necessário para manter a integridade da empresa e garantir que as regras legais estão sendo seguidas à risca.

Diversos fatores podem ser avaliados para atuar pela AML. É necessário frisar que as informações não devem ser tratadas de maneira genérica, é preciso considerar a complexidade dos dados e as conexões que podem existir entre eles. Isso significa que, na prática, a análise das movimentações realizadas por determinado cliente – se são rotineiros ou se representam alguma atipicidade – e a confirmação das informações básicas devem estar em consonância com as exigências legais e os padrões estabelecidos internamente. Cada situação pode um nível de averiguação diferente.

Como atuar para a AML?

Compliance abarca diversas técnicas para identificar informações potencialmente nocivas para a instituição. Além de AML ou PLD, há ainda procedimentos para Know Your Client/Customer (KYC – conheça seu cliente), Employee (KYE – conheça seu colaborador), Partner (KYP – conheça seu parceiro comercial), Supplier (KYS – conheça seu fornecedor), Background Check, Due Diligence e Pessoa Politicamente Exposta (PEP).

Tradicionalmente, o trabalho de compliance para AML faz checagem de informações é feita consultando individualmente diversas fontes de dados, compilando essas informações e depois realizando a análise das informações.

Esse processo demanda muito tempo para atividades repetitivas e acaba diminuindo o prazo disponível para o que realmente importa: a análise e a tomada de decisões.

Utilize o Data Engine para otimizar suas práticas de AML

O Data Engine, plataforma de compliance desenvolvida pela Cedro Technologies, é a solução mais adequada para as práticas de AML da sua empresa. Com essa ferramenta, seu negócio pode automatizar o processo de consulta e dedicar mais tempo para a análise e a tomada de decisões – que são o que realmente importa para o seu negócio.

Em cerca de 5 segundos, você consegue gerar um relatório completo apenas com informações básicas como CPF ou CNPJ. Comece agora mesmo a realizar suas consultas e validações.

Se sua empresa possui um grande volume de consultas diárias, a API do Data Engine é uma solução mais adequada e que é integrada aos software de gestão que as suas equipes já utilizam internamente. Pelo navegador, o acesso ao Data Engine é feito no desktop ou mobile (responsivo para qualquer tamanho de tela). 

Fale com nosso time de especialistas e veja como o Data Engine se adequa ao seu negócio.