Como as listas restritivas podem ajudar a reputação de uma empresa?

listas restritivas

Tomar ações com base em um planejamento sólido é a atitude que se espera de uma gestão responsável. Gestão essa que atua sempre de acordo com os pressupostos básicos da legislação. 

Para que uma organização possa trilhar um caminho verdadeiramente promissor, deverá realizar parcerias sólidas, com empresas idôneas, que tenham um histórico respeitável no mercado. 

É possível tomar algumas medidas simples para que qualquer empresa possa certificar se seus parceiros correspondem às expectativas. São as importantes listas restritivas e é sobre elas que você vai conhecer mais neste post. 

O que são as listas restritivas 

Primeiro de tudo, é importante que você se familiarize com o termo. As listas restritivas são equivalentes à bancos de dados disponibilizados em rede, que abordam o retrospecto legal (ou ilegal) das empresas

Para que você entenda de forma simplificada, as listas restritivas funcionam como as listas de inadimplentes civis, do SPC Serasa, entretanto, possuem um foco voltado para o meio jurídico e funcionam de uma forma mais criteriosa. 

Essas listas podem ser encontradas em sites especializados e o acesso pode ser realizado de forma muito simples, basta utilizar o CPF do representante comercial ou CNPJ da empresa que você deseja consultar. 

As informações são públicas, por isso o acesso torna-se um direito garantido para aqueles que buscam por informações que dizem respeito às suas prospecções. 

Qualquer tipo de informação pode ser encontrada nas listas restritivas, partindo da sonegação fiscal ao financiamento do terrorismo, o que torna a ferramenta, imprescindível para a transparência entre as empresas parceiras. 

Abaixo você poderá conferir uma listagem de sites importantes que disponibilizam em seus bancos de dados, informações referentes a empresas do mercado nacional e também, internacional. 

Agora você vai entender o motivo pelo qual a consulta das listas restritivas deve se tornar uma prática corriqueira em sua organização. Se você pensa em agir em compliance, então, prepare-se para revisar o seu planejamento organizacional. 

Atue em compliance

Atuar em compliance pode até possuir um amplo significado. Porém, é inevitável que quem deseja atuar nesse contexto deverá estar sempre em concordância com os princípios éticos e morais de um ambiente corporativo saudável

Você precisa ser sincero(a) consigo mesmo(a) e responder: “Qual é a imagem que eu quero que tenham da minha empresa?”. Pode parecer algo simples, mas é um exercício de reflexão essencial! 

Agora pense: para que sua empresa possa chegar ao cenário idealizado na pergunta anterior, que tipo de parceria ela deverá fazer? É mais do que provável que você busque por empresas parceiras que são idôneas e respeitadas.

Isso é muito simples, todos esperam fazer as parcerias mais incríveis que possam ser possíveis precisam zelar pelo nome que representam. Entretanto, por que muitas fraudes ainda acontecem entre empresas “parceiras”?

As listas restritivas precisam operar nas empresas, como parte do protocolo básico de análise de segurança com avaliações esporádicas. 

Não negligencie os cuidados

Por mais que possa parecer um conselho familiar, realizar parcerias com empresas que contam com um histórico negativo no mercado é algo que pode afetar a sua reputação pessoal e principalmente a do seu negócio. 

Que tipo de imagem o mercado poderá ter de uma organização parceira de uma empresa que possui um histórico trágico de impactos ambientais ou de trabalhos que são análgos à escravidão? 

Não há imagem que se sustente, quando a reputação de uma empresa vai ruindo, pouco a pouco! 

Entre os impactos mais esperados, destacam-se: 

  • Risco de fraude; 
  • Desgaste à imagem da empresa; 
  • Perca de novas parcerias; 
  • Desavenças internas na companhia. 

Esses são apenas alguns dos exemplos de possíveis consequências para as empresas que se deparam com um problemas relacionados a má gestão e que não consultam as listas restritivas. 

Esse processo pode parecer minucioso demais, porém, ele pode ser simplificado, mais precisamente, ele pode ser automatizado! 

Como a tecnologia pode te ajudar

Não seria incrível se a tecnologia pudesse realizar todo esse trabalho e te apresentasse uma profunda visão do mercado e o status de atividade de suas parceiras? 

Essa solução existe e tem nome: Data Engine. O software desenvolvido pela Cedro Technologies automatiza todo o processo de validação de dados de clientes e te envia análises completas quanto ao cenário ao seu redor. 

Algumas das características que tornam o Data Engine uma ferramenta muito necessária para as empresas são: 

  • Background Check: Aqui você pode realizar checagens sobre a situação das empresas de forma rápida e agilizar a tomada de decisões. 
  • Face Match: Comparar imagens de rostos para validar autenticidade; 
  • Monitoramento de consultas: Aqui está, a principal ferramenta, que irá te enviar análises completas de todas as empresas de seu interesse. Nela é possível programar a frequência desejada para obter os relatórios;
  • Cesta Hierárquica: Níveis hierárquicos com diferentes possibilidades de uso na plataforma; 
  • Árvore de relacionamentos: Programe a checagem automática de dados para os sócios. 
  • Conheça seus parceiros: Saiba mais sobre o histórico de seu cliente, por meio das funcionalidades Know Your Client (KYC), Know Your Employee (KYE), Supplier (KYS) e Partner (KYP).

A ferramenta não é apenas um simples buscador, como você poderia considerar a utilização de um site, por exemplo. O Data Engine se mostra como uma plataforma que compõe a estrutura da organização.

É uma peça chave para guiar a empresa no caminho certo, com parceiros, clientes e colaboradores sérios, que estão comprometidos com as relações e que irão manter uma convivência saudável ao longo prazo.

 

Zele pela imagem da empresa

Percebe como os problemas que parecem ser pequenos podem ser extremamente danosos para a reputação de uma marca? A sobrevivência de uma companhia pode estar em jogo, por conta de uma parceria ruim. 

Não deixe que esse cenário ocorra em sua empresa, atue sempre de forma preventiva e não se esqueça de fazer checagens contínuas para observar pontos que precisam de novos ajustes. A otimização deve ser constante! 

Você pode facilmente ter toda essa rotina de checagem às listras restritivas, operando automaticamente dentro de sua empresa. Conheça o Data Engine em sua página e saiba mais sobre a ferramenta que irá transformar as suas parcerias!

Deixe uma resposta