home Sem categoria Investimentos para 2021: entenda onde aplicar sua renda

Investimentos para 2021: entenda onde aplicar sua renda

Após um ano de 2020 complicado para a economia, entramos em um novo ciclo. É o momento de buscar novas oportunidades para gerar renda e, por isso, você precisa conhecer as melhores opções de investimentos para 2021 no mercado financeiro.

As aplicações são importantes para quem deseja ter uma segurança financeira. Afinal, geram economias para o futuro, permitem alcançar objetivos e inclusive garantem uma reserva para casos de emergência. A pandemia, por exemplo, reforçou como as economias podem ser essenciais em tempos de crise.

Mas será que você está preparado para entrar no mercado financeiro? Neste artigo, iremos ajudá-lo a se preparar, mostrando como começar a aplicar seu dinheiro e quais são os melhores investimentos para 2021. Veja a seguir!

 

Dicas fundamentais para iniciar no mercado financeiro

O mercado financeiro tem muitos riscos, mas também várias oportunidades para quem está disposto a investir. Tudo depende de um planejamento adequado que permitirá encontrar as melhores opções.

Se 2020 foi um ano delicado, o início da vacinação contra a Covid-19 no Brasil já é um indicativo para a melhora da economia nacional. Porém, ainda é preciso cautela para movimentar suas alocações.

Um investidor de primeira viagem precisa entender alguns pontos importantes sobre o mercado financeiro para iniciar suas movimentações. Antes de apresentar as melhores opções de investimentos para 2021, separamos alguns passos fundamentais a serem seguidos!

1- Defina seus objetivos

Para encontrar os melhores investimentos para 2021, você precisa ter objetivos claros. Quanto tempo pretende investir? Qual valor pretende aplicar? Por que quer investir? Há algum projeto específico para levantar renda, como uma viagem ou mesmo a aposentadoria?

Essas perguntas ajudam a definir as melhores opções de aplicação. Algumas impedem a movimentação por tempo predeterminado, enquanto outras permitem a retirada quando você desejar. Entenda o que você quer realizar para fazer suas escolhas entre os investimentos de curto ou longo prazo.

2- Tenha uma reserva de emergência

Todo investimento demanda um planejamento financeiro prévio. Não adianta querer entrar no mercado financeiro sem ter um valor mínimo de reserva para emergências. Do contrário, você irá retirar seu dinheiro na primeira necessidade.

Especialistas indicam separar uma reserva entre 6 a 12 vezes o seu salário antes de começar a investir, de acordo com os gastos mensais. Só então, você pode começar a aplicar seu dinheiro conforme planejamento financeiro prévio.

3- Entenda seu perfil de investidor

Outro ponto importante é entender o seu perfil de investidor. Algumas pessoas são mais ousadas e não têm medo de perder dinheiro, enquanto outras preferem ser cautelosas. O nível de risco define o seu perfil para montar sua carteira de investimentos para 2021.

Algumas opções de renda fixa, por exemplo, tendem a sofrer menos variações, sendo indicadas para o perfil conservador. Já o perfil arrojado tem uma gama maior para variar suas aplicações. Quem tem mais conhecimento sobre o mercado financeiro está mais preparado para investimentos de alto risco, pois tem mais habilidade para recuperar eventuais perdas.

4- Estude sobre o mercado de capitais

Por fim — e não menos importante — procure estudar o mercado de capitais para entender sobre as rentabilidades, riscos, taxas e outros pontos relevantes. O conhecimento sobre indicadores servirá como guia para realizar as movimentações, mas acompanhar as tendências de mercado também será estratégico.

Você deve saber quando reformular seus investimentos, conforme as flutuações nas ações para melhorar seus resultados. Vamos conhecer as opções de renda fixa e renda variável?

 

Os melhores investimentos para 2021 em Renda Fixa

A renda fixa disponibiliza opções como os títulos públicos federais, debêntures, títulos de emissão bancária (CDB e LCI, por exemplo), títulos e créditos privados, entre outros. O risco se baseia na flutuação das taxas de juros e índices de preços, de acordo com o título, gerando mais estabilidade.

Embora a queda da taxa Selic em 2020 tenha promovido rendimentos menores nesse tipo de investimento, recomenda-se que pelo menos 80% dos ativos sejam alocados em renda fixa. Opções de crédito privado com riscos maiores são interessantes para quem quer melhores ganhos sem deixar de lado a estabilidade nos investimentos para 2021.

CRI e CRA

Os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) são títulos de créditos lastreados ligados a imóveis. São nominativos e transferíveis, cuja emissão é dada exclusivamente por securitizadoras de recebíveis imobiliários.

Já os Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) são relacionados ao agronegócio, setor em expansão no Brasil, Por isso, eles se caracterizam por rendimentos mais elevados em relação a outros títulos de renda fixa — porém, com riscos maiores.

LCI e LCA

Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) são títulos de renda fixa emitidos por instituições bancárias para financiar os respectivos setores. São isentos de renda e têm baixo custo para o investidor, mas só podem ser adquiridos se houver demanda.

Na prática, o investimento é um empréstimo para que os bancos possam estimular a construção de imóveis e as atividades agrícolas. Esse valor volta com juros para o investidor, de acordo com as taxas de juros.

 

Investimentos para 2021 em Renda Variável

Quem deseja arriscar mais nos investimentos para 2021 pode optar pela renda variável. Os títulos podem ser ótimas opções, de acordo com a movimentação do mercado.

A dica é acompanhar a economia para entender onde alocar e realocar sua renda para garantir bons resultados. É possível investir em ações, fundos imobiliários e criptomoedas, entre outras opções.

Fundos de Investimento Imobiliário (FII)

Os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) funcionam como ações com aporte em imóveis. São opções de investimento indicadas ao investidor conservador, que busca ativos menos voláteis. A dica é investir nos FIIs mais negociados na B3, pois são mais fáceis de vender na hora certa.

Investimentos em ações

Empresas de diversos setores disponibilizam suas ações para investimento no mercado financeiro. Isso possibilita uma carteira bem diversificada de ativos, o que é estratégico para dissipar os riscos e compensar eventuais perdas. Algumas indicações de investimentos para 2021 na renda variável são as ações da B3 (B3SA3) E Magazine Luiza (MLGU3).

Criptomoedas

Apesar de ser uma opção bastante volátil, o bitcoin teve uma grande valorização em 2020, acima dos 400%. A tendência é que a criptomoeda continue a ser uma das melhores opções de investimentos para 2021. Esse impacto teve origem na diminuição de sua emissão pelos governos, tornando-a mais escassa no mercado.

Essas são algumas das opções mais indicadas no mercado financeiro, devendo ser avaliadas conforme o seu perfil de investidor. Seja você arrojado ou conservador, há boas oportunidades de ganhar rendimentos com os investimentos para 2021, mas siga as dicas que listamos para um bom planejamento. Que tal conferir mais novidades e informações sobre o mercado financeiro no nosso blog?

 

Gostou? Compartilhe:

Thamara Araújo

Thamara Araújo

Especialista em Conteúdo na Cedro Technologies

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *