home Sem categoria Inteligência artificial: o motor da transformação digital

Inteligência artificial: o motor da transformação digital

O poder da Inteligência Artificial (IA) não para de surpreender. Com aplicações praticamente infinitas, no ambiente corporativo sua utilização hoje é fundamental para melhorar o atendimento a clientes internos e externos, automatizar tarefas e analisar a performance de colaboradores, entre outras funções.

Motor da transformação digital, a IA foi inclusive apontada como “a nova eletricidade” pelo pesquisador Andrew Ng. E a analogia é bem simples: da mesma maneira que a corrente elétrica possibilitou o avanço da Revolução Industrial e transformou a maneira como as pessoas vivem, a Inteligência Artificial também promete provocar profundas transformações que irão atravessar décadas.

Quer saber mais sobre a Inteligência Artificial e quais as suas perspectivas para o futuro? Continue a leitura deste texto.

Como a Inteligência Artificial já é utilizada hoje?

Muitas pessoas acreditam que a IA é relativamente nova. O que é um engano. Ela existe há bastante tempo. Sua história se confunde com a da computação, inclusive. Alan Turing (protagonista do filme Jogo da Imitação) foi um pioneiro na área, começando o desenvolvimento das primeiras pesquisas logo após a Segunda Guerra Mundial.

Definida na época como “a ciência e engenharia de produzir máquinas inteligentes”, a Inteligência Artificial decola agora, principalmente, por causa do aumento da capacidade de armazenamento de dados e também da computação em nuvem.

A partir de 2010, a qualidade do reconhecimento de fala começou a melhorar para a indústria, permitindo a criação de assistentes virtuais como a Siri e Alexa. Outro sinal dessa evolução está no site chinês Alibaba, no qual a AI é usada para impulsionar vendas.

Nele, os compradores podem, por exemplo, tirar uma foto de uma bolsa que viram em um estranho na rua. Ao fazer o upload da imagem o sistema vai sugerir bolsas que se assemelham ou são iguais às da foto. A empresa também usa as realidades aumentada e virtual para proporcionar às pessoas uma experiência diferenciada de compra.

As dificuldades da Inteligência Artificial hoje

As possibilidades são realmente infinitas e essa transformação digital está apenas no início. Mesmo com todos os avanços, a IA ainda ainda não se compara ao cérebro humano.

Um dos problemas é a junção de objetos. O olho humano é capaz de discernir dois objetos sobrepostos em uma imagem, como um vaso que obstrui parte de um copo, mas os robôs confundem isso com algo não identificado.

Segundo Dileep George, cofundador da startup Vicarious, em entrevista à Wired, disse: “o nível atual de IA tem uma capacidade cognitiva semelhante à dos ratos e que se confunde quando pequenas entradas são trocadas. Por exemplo, um robô que pode jogar um videogame erra quando as cores estão apenas 2% mais brilhantes. A AI hoje não está pronta”, explica.

As perspectivas para o futuro da Inteligência Artificial

O objetivo da Vicarious é justamente resolver os problemas de cognição do aprendizado de máquina, a aproximando das habilidades humanas. Um robô da empresa de Dileep George continuou jogando o game, mesmo com a mudança do brilho.

Quer conhecer outras 3 possibilidades? Veja abaixo:

Modelagem Preditiva Mais Precisa: Entender porque algo aconteceu ou acontecerá tem sido importante em muitas áreas. No passado, a modelagem preditiva sofria diante da falta de dados. Com mais informações do que nunca sendo coletadas pelas empresas será possível aplicar técnicas de IA, especificamente as de aprendizado de máquina, usando um processo holístico para entender e prever eventos.

Novas descobertas da melhor correlação de dados: Todas as empresas geram diariamente grandes quantidades de dados. No entanto, a maioria das companhias ainda dedica um tempo considerável à hipótese do que os dados lhes dizem e, em seguida, tentam provar que eles estão certos.

A Inteligência Artificial vai encontrar correlações entre dados antes nunca imaginados. Essas descobertas inesperadas levarão a avanços significativos na Medicina, Direito, Finanças e Segurança, entre outras áreas.

Inteligência Aumentada: A Inteligência Artificial e a realidade virtual se combinam para fornecer um novo conceito: a inteligência aumentada, que vai ajudar a pensar melhor e resolver dois problemas.

O primeiro será a transferência de mais tarefas cognitivas para as máquinas, o que vai liberar os seres humanos para se concentrarem em pensamentos de maior valor agregado. Já o segundo será a melhora da interface entre humanos e máquinas, que permitirá uma comunicação melhor e mais rápida.

A IA já é realidade e todas as empresas irão adotá-la, mais cedo ou mais tarde, corroborando ainda mais com a ideia de que ela é a nova eletricidade. Portanto, não há espaço para pensar que ela é apenas um modismo!

Que tal continuar lendo o Blog da Cedro Technologies para descobrir todo o potencial da transformação digital na sua empresa?

Gostou? Compartilhe:

Thiago Morais Felix Costa

Thiago Morais Felix Costa

Product Owner do PEOPLE na Cedro Technologies.