home Sem categoria Índia: Como o maior sistema de biometria do mundo ajuda na inclusão financeira

Índia: Como o maior sistema de biometria do mundo ajuda na inclusão financeira

Atualmente a Índia possui cerca de 1,33 bilhões de pessoas, sendo uma das regiões mais populosas do mundo. Como forma de registrar e identificar toda esta população, em 2009 o governo indiano estabeleceu um número aleatório de 12 dígitos para cada pessoa nascida ou residente no país chamado Aadhaar, que deve ser emitido pelo órgão autorizador UIDAI (Unique identification Authority of India).

 

O número do Aadhaar pode ser emitido para qualquer indivíduo, independentemente de idade e sexo, que queira voluntariamente fazer a inscrição junto à autorizadora. Dentre os dados necessários para o cadastro estão informações demográficas, como nome, data de nascimento, sexo, endereço, etc. e biométricas, conseguidas por meio das impressões digitais dos dez dedos das mãos, duas digitalizações de íris e fotografia da face. 

 

O programa Aadhaar é o maior sistema de identificação biométrica do mundo, totalmente digital e tem sido usado como ferramenta estratégica de política para inclusão social e financeira, reformas do setor público e gerenciamento de orçamentos fiscais, entre outros. 

 

Além disso, o Aadhaar pode ser usado como endereço financeiro permanente, facilitando a inclusão financeira da população menos favorecida e, portanto, tornado-se uma ferramenta de justiça e igualdade distributiva. 

 

É claro que nem tudo é perfeito e, desde a criação do Aadhaar, o governo indiano tem encontrado alguns obstáculos em relação à segurança e aceitação da população indiana, sobretudo dos analfabetos digitais e pessoas da terceira idade. 

 

Mas enquanto o povo da Índia não adere totalmente à identificação biométrica, o restante do mundo pode aprender com estas ideias e conhecer os benefícios que o sistema está levando para os serviços financeiros.    

Sistema Aadhaar nos serviços financeiros

 

Todas as pessoas que trabalham em instituições financeiras ou estão familiarizadas com os processos diários de bancos, corretoras, etc., conhecem muito bem as premissas do Know Your Client, ou Conheça seu Cliente, em português. 

 

Para quem ainda tem dúvidas, KYC são as estratégias utilizadas pelas empresas de serviços financeiros para conhecerem melhor com quem estão lidando. Por meio do uso dos KYC é possível executar diversas ações como minimizar o número de fraudes, fazer uma melhor análise dos fundos dos clientes, indicar os serviços adequados para cada perfil, entre outros.

 

Toda a transformação digital vivida pela Índia e a inovação que o projeto Aadhaar possibilitou a criação do e-KYC, que é a forma eletrônica do Know Your Client, baseada inteiramente nas informações presentes no registro Aadhaar.

 

O e-KYC, que já era usado pelos bancos de varejo e outras carteiras digitais, agora foi estendido para outras instituições financeiras, como corretoras e fintechs. 

 

Esta estratégia se tornou rapidamente popular porque os benefícios são mútuos, tanto clientes quanto empresas ganham com o aumento na segurança e privacidade de dados mantida pelo software criptografado da UIDAI e a verificação instantânea e online, que evita longas horas de espera e análises.

 

Para os novos modelos de negócio, o e-KYC proporciona os seguintes benefìcios:

 

  • Integração mais rápida dos investidores

O Aadhaar e-KYC tem encorajado o ingresso de mais investidores no mercado financeiro. Com a permissão do uso da identificação biométrica, o Número de Conta Permanente (PAN) se tornou desnecessário, facilitando todo o processo de ingresso de novos clientes. 

 

Sem depender de canais offline para a verificação dos KYC, os clientes não precisam mais esperar em longas filas para enviar cópias impressas de formulários. Esta mudança foi muito apreciada pela geração Y, que prefere o mundo digital em vez de serem obrigados a ir de um lugar a outro. 

 

  • Menor custo de aquisição

Com a ascensão do Aadhaar e-KYC, as instituições financeiras podem reduzir significativamente seu custo de aquisição de clientes. Os custos em relação à contratação de agentes externos e diversos pontos de venda para conseguir novos clientes foi bem reduzida, causando um impacto positivo nos resultados.

 

  • Maior penetração em cidades pequenas

Com foco na população rural e semi-urbana, os cartões Aadhaar possibilitaram o mapeamento das contas bancárias deste grupo de pessoas, tornando mais fácil seu alcance aos pequenos investimentos. Essa foi a maneira encontrada pelo governo indiano de criar novas oportunidades para as instituições financeiras ao mesmo tempo em que alcança todos os polos sociais. 

 

A transformação digital possibilitou a criação do projeto Aadhar e do e-KYC, duas ideias que têm revolucionado a sociedade da Índia e, sobretudo, os serviços financeiros do país. Mesmo que grande parte da população ainda prefira os modos convencionais de lidar com dinheiro, estas duas estratégias digitais tem um potencial enorme e, com o tempo, podem mudar ainda mais não só o país como o resto do mundo. 

 

Para mais conteúdos sobre tecnologia nos serviços financeiros, acesso o blog da Cedro Technologies.

Gostou? Compartilhe:

Equipe Cedro

Equipe Cedro

Empresa focada em tecnologia e referência em inovação para o mercado financeiro e em soluções de TI e mobile.