home Sem categoria A Gestão da Informação no Mercado Financeiro

A Gestão da Informação no Mercado Financeiro

Em diversos tipos de mercado existem um grande volume de informações e no mercado financeiro não seria diferente. A cada segundo dados são atualizados, novas informações são obtidas e com isso o número de informações vai se tornando cada vez maior. E em meio a tantas informações, será que é fácil analisá-las e tomar uma decisão importante em tão pouco tempo? Afinal, tempo é dinheiro e uma decisão tomada erroneamente pode te fazer perder ainda mais dinheiro.

Para então ter um melhor controle sobre esse grande número de informações e poder auxiliar melhor as pessoas e as empresas quanto às várias tomadas de decisões que precisam ser feitas ao longo da vida, foi criada a Gestão da Informação.

Mas sobre o que se trata Gestão da Informação? Esse conceito que pode ser considerado novo no Brasil, já está presente mundo afora e vem ganhando força cada vez mais em nosso país. Que tal conhecer um pouco mais sobre Gestão da Informação?

O que é Gestão da Informação (GI)?

A Gestão da Informação pode ser vista como um processo que consiste em realizar atividades de busca, identificação, classificação, processamento, armazenamento e disseminação de informações, sejam essas informações extraídas de dados brutos, que podem ser encontradas de diversas formas, seja através de dados quantitativos, dados qualitativos, podendo estar no meio digital (através de banco de dados, planilhas, sites, etc) ou por meio de documentos físicos.

Qual seu principal objetivo?

Seu principal objetivo é fazer com dados que brutos se tornem informações e insights que a partir disso, essas informações possam auxiliar pessoas ou empresas em suas tomadas de decisões.

Quem pode exercer essas atividades?

Hoje em dia pode ser comum encontrar em empresas, organizações e diversos mercados pessoas que realizam as atividades que envolvem gestão da informação, porém existem sim no mercado pessoas que possuem formação em Gestão da Informação. Esses gestores estão aptos a exercer as atividades citadas acima e tem domínio sobre as técnicas de tratamento das informações.

Como a Gestão da Informação pode ser utilizada no Mercado Financeiro?

Imagine um cenário onde você pode se aventurar no mercado financeiro, realizando diversos investimentos, comprando e vendendo ações e fazendo tudo isso, com o mínimo de risco possível? Seria incrível, não seria? E se você tivesse informações claras a respeito desse negócio? Você teria mais segurança para investir seu dinheiro?

Com todas essas informações, mesmo tratando de um cenário tão volátil quanto a bolsa de valores, seria possível gerir melhor sua carteira, fazendo com que você conhecesse melhor o histórico de uma empresa que você deseja investir o seu dinheiro, podendo ter uma noção sobre o melhor momento de comprar ou vender uma ação com base em informações analisadas, como por exemplo, será que comprar ou vender ações de uma empresa que produz petróleo seria viável em uma época de crise? Essa situação pode parecer óbvia, mas você tomaria sua decisão com base em qual informação? Será um bom ou mau negócio?

Utilizando Gestão da Informação, juntamente com ferramentas e conceitos de Business Intelligence, é possível analisar como poderá ser o comportamento das ações dessa empresa em situações de crise, realizando uma comparação de ano a ano, após ter passado por todas as etapas de tratamento dos dados.

Conhecendo o processo de Business Intelligence (BI)

Quando estamos falando de Business Intelligence estamos nos referindo ao processo de coleta, organização, análise, compartilhamento e monitoramento de informações, tudo isso com o intuito de transformar dados brutos em informações que possuem um certo nível de relevância para auxiliar nas tomadas de decisões estratégicas.

Geralmente esses dados brutos são obtidos diretamente com as empresas, que no mercado financeiro, podem ser extraídos diretamentes do site da BM&FBovespa (B3) e posteriormente, outras fontes de dados podem vir diretamente do cliente,  ou de uma análise dos seus dados disponibilizados para o investidor, como por exemplo, os dados contábeis.

Você mais seguro!

Agora que você conhece o que é Gestão da Informação e conhece um pouco mais sobre sobre o processo de BI, pode usar todo esse conhecimento a seu favor. Procure um gestor da informação antes de se aventurar no mercado financeiro.

Fale sobre suas metas de investimento, em que setor pretende investir, o quanto quer gastar, todas essas informações são importantes para um gestor da informação.

Ele irá utilizar todo conhecimento para extrair e buscar dados , onde após realizar os processos de BI, será apresentado para você informações consistentes (com o auxílio de dashboards, que são painéis que mostram métricas e indicadores importantes para alcançar objetivos traçadas por você ou por uma empresa de forma visual) com o intuito de contribuir à fazer investimentos com mais confiança e tentando sempre minimizar o riscos que essas operações podem trazer à você e sua carteira.

 

Gostou? Compartilhe:

Victor Dias Ferreira

Victor Dias Ferreira

Graduando em Gestão da Informação e estagiário em Análise de Requisitos da Cedro Technologies. Fã de tecnologia, universo geek, esportes e jogador de FIFA por hobby.