home Sem categoria Estratégia e foco em vendas: o novo papel do CIO

Estratégia e foco em vendas: o novo papel do CIO

Com a transformação digital, novas perspectivas passaram a integrar as funções de um CIO (Chief Information Officer). Além das atividades tradicionais ligadas ao planejamento, implementação e gestão de profissionais, um novo conjunto de habilidades também passa a ser exigido dos executivos de TI (Tecnologia da Informação).

Diante de uma realidade cada vez mais digital, é preciso lançar mão de novas estratégias. É preciso muito mais do que executar os projetos de inovação e tecnologia de acordo com as demandas e prazos da empresa. CIOs precisam estar mais próximos dos negócios e utilizar sua expertise para direcionar essa transformação tecnológica.

Segundo a CIO Agenda, pesquisa elaborada pela Gartner, os executivos de TI estão dando um salto de conceito de “TI como uma técnica” para “TI como uma preocupação industrial”. Uma função, então, que era tida muito mais como responsável por questões técnica, atualmente possui a tarefa de liderar a inovação e se adaptar às mudanças constantes diante da transformação digital.

Novas tecnologias

O CIO Agenda também apontou que tecnologias como cibersegurança, inteligência artificial, machine learning e análise de dados devem receber um foco especial dos executivos de TI.

Com o avanço e uso comercial dessas novas tecnologias, o escopo de trabalho dos CIOs se ampliou. Os executivos de TI devem, então, estar sempre atentos para avaliar o que essas novidades podem fazer pelo negócio e estabelecer, com sua liderança, uma equipe de talentos para integrar essas demandas à organização. 

Estratégias de negócio

Mesmo com essa necessidade de um perfil mais antenado às tendências tecnologias, a CIO Agenda também apontou que, na América Latina, a área de TI ainda é vista como uma geradora de custos – e por isso, muitos executivos precisam focar na alocação de recursos e diminuição de gastos. 

No entanto, o papel do CIO tem mudado, justamente pela sua participação estratégica contribui ainda mais para o crescimento da empresa. Esse profissional precisa ser mais generalista e assumir um papel muito mais voltado para a atuação do negócio, entendendo o planejamento e desafios dessa área. Além disso, é importante conhecer profundamente o segmento de mercado em que a empresa atua para que as novas tecnologias sejam utilizadas para gerar mais valor.

Foco em vendas e no cliente

Integrado com as estratégias do negócio e próximo ao setor Comercial, agora o CIO precisa também contar com habilidades para manter uma boa comunicação com o cliente – mesmo que, nem sempre, diretamente. É preciso lidar com as demandas do cliente e entender a necessidade de adaptar projetos frente a novas necessidades e não ficar limitado às definições iniciais feitas no planejamento.

Além disso, caso o negócio seja voltado para B2B, o CIO também pode acompanhar os projetos diretamente com a equipe, para manter proximidade com o cliente e auxiliar em todo o processo comercial, de pré-vendas e pós-vendas. 

CIOs a frente de novos desafios

Em suma, em cenários cada vez mais competitivos diante de uma realidade digital, CIOs precisam contar com uma experiência abrangente, continuando antenado e apaixonado pelas tecnologia. Para sair na frente, é preciso estar sempre se renovando, antevendo as necessidades para o Core Business da empresa e transformar a área de TI em mais do que uma área de suporte cotidiano da empresa, mas sim aquela que direciona o negócio rumo à inovação.

Diante da competitividade em um cenário de transformação digital, o CIO deve compreender seus papel estratégico, conquistando um lugar cativo no crescimento da organização. 

Gostou? Compartilhe:

Eduardo Finzi

Eduardo Finzi

Eduardo Finzi é Diretor de TI da Cedro, com experiência como cientista da computação em empresas do segmento atacadista, telecom e financeiro.