Estar próximo da equipe potencializa gestão de talentos em TI

2 / 01 / 2020

Para evoluir, uma empresa deve investir constantemente em inovação tecnológica. A transformação digital é um dos caminhos. Mas, além de demandar planejamento e investimento ela exige, sobretudo, engajamento da equipe de colaboradores na gestão de talentos.
As inovações têm um impacto direto na atuação e rotina de cada funcionário. Por isso, é imprescindível levar em conta o fator humano, estando mais próximo do colaborador, conhecendo seus sonhos e desejos. Afinal de contas, ninguém é apenas um número.
Você já pensou no quão é importante investir na motivação no trabalho de seus colaboradores? Sim, porque muitas vezes os gestores estão tão ocupados em suas tarefas que acabam se esquecendo do bem-estar da equipe.

O que significa uma cultura de bem-estar na organização

Segundo a pesquisa global da Deloitte “Tendências Globais de Capital Humano 2019”, a combinação de questões ligadas à economia, política e sociedade estão transformando a forma como as empresas criam suas estratégias nos negócios.

Com a participação de mais de 10 mil líderes de negócios de 119 países, o estudo trouze algumas revelações. Por exemplo, 86% dos entrevistados precisam reinventar sua capacidade de aprender diante da evolução irrefreável da inteligência artificial (IA), das tecnologias cognitivas e da automação.

Outros 84% precisam repensar sua experiência na força de trabalho com o intuito de melhorar a produtividade. Sobre a necessidade de adaptar às mudanças, 80% concordam que a diversificação é um caminho a ser trilhado.

Veja abaixo 6 dicas para criar um bom ambiente de trabalho e como a gestão de talentos em TI pode aumentar a produtividade e lucratividade de sua empresa:

  • 1. Crie um bom clima organizacional

Desenvolver um clima organizacional descontraído e ao mesmo tempo profissional pode ser um enorme desafio. É preciso criar um meio-termo para que os colaboradores cumpram os prazos e metas com tempo suficiente e tranquilidade.
Algumas estratégias podem gerar resultados positivos como oferecer benefícios individualizados, tratando os colaboradores de acordo com o momento de carreira de cada um.
Um profissional júnior pode preferir a possibilidade de reembolso de gastos de cursos de formação técnica, para alavancar sua carreira mais rapidamente. Já um funcionário mais antigo pode se sentir mais tentado a aceitar um cargo no qual haja um plano de previdência complementar ou creche para seus filhos.

  • 2.Ouça seus colaboradores

As redes sociais fazem tanto sucesso porque nelas as pessoas se sentem à vontade para se expressar. Seus colaboradores são as pessoas que lidam diretamente com os problemas e desafios da organização.
Por isso, possuem diversos insights valiosos que podem indicar os melhores caminhos a serem seguidos, a partir de experiências pessoais, em seu contato com clientes e fornecedores e nas trocas com membros de outras equipes.
Com os avanços da tecnologia, ficou muito mais fácil engajar as equipes e ouvir a opinião real de seus funcionários, que podem se expressar com o uso de plataformas de crowdsourcing ou de aplicativos desenvolvidos para esse fim.

  • 3. Adote a flexibilidade

Cada vez mais as empresas apostam em formatos de trabalho que oferecem flexibilidade de rotina e horários. Principalmente na tendência do home office, que permite que as pessoas trabalhem de casa por um ou mais dias da semana, poupando tempo e recursos e aumentando a qualidade de vida.
Além da possibilidade do home office outras medidas simples podem ser tomadas: não realizar reuniões às segundas-feiras pela manhã, adotar o “casual day” às sextas-feiras ou até oferecer horários de almoço mais longos.

  • 4.Controle os níveis de estresse

Não importa o quanto você invista em práticas saudáveis, como ginástica laboral ou práticas de meditação, sempre haverá momentos em que as demandas da empresa serão mais elevadas. Daí, é natural que os ânimos se exaltem e que o nível de estresse suba além do normal. Como gestor, é fundamental estar atento a essas oscilações no humor geral e adotar medidas eficazes para evitar que as coisas saiam do controle.

  • 5. Estabeleça metas realistas

O nível de satisfação em um ambiente de trabalho depende de uma série de fatores. Mas um dos elementos que podem gerar estresse no trabalho é a forma como se definem as metas a serem atingidas.
Assim, deve-se sempre procurar estabelecer metas que sejam, ao mesmo tempo, desafiadoras e realistas. Se as metas não forem desafiadoras o suficiente podem causar desmotivação nas pessoas, por acharem que estão sendo subutilizadas. Por outro lado, se forem muito exigentes e pouco realistas vão gerar um sentimento de frustração, já que os colaboradores sentirão que é impossível alcançá-las.

  • 6. Adote o feedback imediato

O feedback é uma excelente ferramenta de gestão de pessoas e, aplicado em tempo real, pode evitar retrabalhos, equívocos e conflitos. As conversas francas e estruturadas servem para corrigir comportamentos, posturas ou rendimentos abaixo do esperado. Entretanto, é preciso lembrar que o feedback deve ser utilizado também para elogiar o bom trabalho, fortalecendo a motivação da equipe de TI.

Estas são algumas das alternativas para alavancar o desempenho da sua equipe. Continue lendo o blog da Cedro e veja outros diversos conteúdos focados em gestão de pessoas.