Entenda a diferença entre martechs e fintechs

7 / 07 / 2022

diferença entre martechs e fintechs

Saber a diferença entre martechs e fintechs é essencial no mundo corporativo para entender melhor como possibilitar uma maior integração entre áreas. Pois, ao conhecer suas finalidades em detalhes, se torna possível a identificação de oportunidades mais vantajosas para aproveitar em sua empresa.

Então, se você ainda tem alguma dúvida relacionada ao tema, veja o conteúdo a seguir que preparamos para você!

Saber a diferença entre martechs e fintechs é essencial no mundo corporativo para entender melhor como diferenciar as áreas e possibilitar maior integração entre áreas.



O que são as Techs?


Como o próprio nome já sugere, as “techs” são modelos de negócio que possuem a tecnologia como insumo principal para seu funcionamento. Inclusive, o termo já evoluiu para “Big Techs” devido a algumas empresas que se tornaram gigantes dentro do mercado.

A ideia é que os negócios que se baseiam no modelo tenham um crescimento significativo em pouco tempo por meio soluções inovadoras, feitas para otimizar o dia a dia das pessoas. Alguns exemplos de marcas que estão dentro do nicho são a Nubank, Uber, Picpay, HubSpot e RD Station.

Para nichar esse novo segmento de negócios, “Fin”, “Mar”, “Insur” e demais iniciais têm sido utilizadas para denominar empresas que propõem inovações tecnológicas para cada mercado específico. Portanto, é importante saber as principais particularidades de cada uma para compreender as soluções oferecidas, como é o caso das diferenças entre Fintechs e Martechs, os modelos mais famosos. Veja a seguir suas características.

 

O que é uma Fintech?


Voltada para o mercado financeiro, as fintechs são tanto startups quanto empresas que trazem soluções inovadoras comparado aos serviços tradicionais. Seu principal diferencial é a digitalização de transações monetárias.

Com a evolução dos smartphones, esses negócios viram nos aplicativos uma oportunidade de oferecer soluções financeiras exclusivas, menos burocráticas e mais baratas. Pois tudo poderia ser resolvido digitalmente, bastava uma conexão com internet estável.

Bancos digitais, corretoras e, até mesmo, casas de câmbio, já oferecem seus serviços digitalmente. Por meio de tecnologias específicas, como de Transações Financeiras, Inteligência Artificial e Chatbot, essas empresas também têm conquistado destaque no atendimento ao cliente.

A praticidade de ter o controle de suas finanças na palma de sua mão, sem necessariamente estar presente em um agência bancária fisicamente, fez com que muitos consumidores trocassem, inclusive, os bancos tradicionais pelos digitais.

Afinal, devido ao baixo custo de manutenção, essas empresas conseguem oferecer cartões sem anuidades, transações monetárias sem taxas, dentre outras vantagens ‒ Algo que o sistema bancário físico não conseguiria devido ao alto custo para manter as sedes.

Para assegurar a integridade dos dados e dinheiro dos consumidores nessas instituições, o Banco Central fez as regulamentações de funcionamento. Além disso, ele também monitora se essas regras têm sido aplicadas na prática.

>> Veja também “intechzação do varejo: entenda como será o futuro do setor"

O que é uma Martech?


As Martechs, por outro lado, são voltadas para a otimização de processos em marketing. E, na era das redes sociais, ter boas ferramentas como aliadas na comunicação de sua empresa é fundamental.

Softwares, plataformas, automações e tantos outros processos fazem parte do modelo de negócio. Afinal, com a quantidade de dados disponíveis crescendo, para saber usá-los de maneira efetiva é preciso ter profissionais e sistemas que saibam interpretá-los.

Mas por que elas se tornaram famosas tão rápido? Simples, com as martechs é possível escalar diversos processos de uma só vez por um custo bem mais acessível. Ou seja, o custo-benefício é ótimo. Além disso, elas aumentam a possibilidade de garantir um bom retorno do investimento inicial feito.

>> Confira "O que é Martech e como funcionam essas empresas do futuro"

Principais diferenças entre martechs e fintechs



Pelos pontos acima já deu para ver alguns spoilers de diferenças entre martechs e fintechs, certo? Mas para garantir, vamos deixar bem claro cada uma delas a seguir.

  1. Área de atuação: A primeira e mais óbvia diferença entre martechs e fintechs é que uma é voltada para serviços financeiros e outra para otimização de processos de marketing.
  2. Principal função: As martechs devem ser empresas que acompanham a evolução das formas de comunicação que as pessoas têm usado, promovendo facilidades de controle e análises. Já as fintechs devem ter como foco a desburocratização de serviços financeiros, trazendo facilidade a rotina.
  3. Público-alvo: Apesar de ambas terem a tecnologia como facilitador de processos, uma das principais diferenças entre martechs e fintechs é que uma é voltada diretamente para o consumidor final, enquanto outra tem como público-alvo um mercado específico.
  4. Parceria entre techs: Uma fintech precisa de uma martech para deixar seus canais de contatos mais práticos e com excelência de atendimento. Mas, não necessariamente uma Martech precisa de uma Fintech para conseguir operar normalmente.
  5. Mobile x Desktop: Por fim, outra diferença entre martechs e fintechs é que, em geral, as techs voltadas para serviços financeiros possuem aplicativos para smartphones para facilitar o consumo de suas soluções. Já as ferramentas voltadas para os profissionais de comunicação são, em maioria, para dispositivos desktops.


E aí, ficou claro a diferença entre Martech e Fintech? Com esses pontos em mente você já pode aproveitar as soluções que melhor se encaixam para sua empresa.

Está precisando de soluções em tecnologia para sua empresa? Fale com nossos especialistas e entenda como podemos ajudar!

Deixe uma resposta