home Sem categoria Edge AI une inteligência artificial à computação de borda

Edge AI une inteligência artificial à computação de borda

O tsunami tecnológico conhecido como transformação digital continua avançando e já podemos nos deparar com inúmeras inovações provenientes desta nova era.

Dispositivos com tecnologia em IoT fazem parte do nosso dia-a-dia e muitas vezes até pensamos onde é que toda essa modernização pode chegar. Mas a realidade é que as disrupções só estão começando e as possibilidades são infinitas.

A união da inteligência artificial com a computação de borda (edge computing) é uma novidade capaz de aumentar as capacidades de inovação, a excelência operacional e o envolvimento do cliente.

Mas afinal, o que é Edge AI?

Edge AI ou AI na borda é o uso de técnicas de inteligência artificial incorporadas em endpoints da Internet das Coisas (IoT), gateways e outros dispositivos que computam dados no ponto de uso.

Um dispositivo que usa a Edge AI não precisa estar conectado para funcionar corretamente, pois pode processar dados e tomar decisões de maneira independente, sem uma conexão. Para usar esta tecnologia, só é preciso de um gadget que inclua um microprocessador e sensores.

Algumas empresas decidiram começar a investir em Edge AI mudando completamente a forma com que vemos alguns tipos de serviços. Alguns exemplos são um quarto de hotel personalizado às necessidades do consumidor ou carros adaptados às limitações físicas dos idosos.

Mas, na realidade, é possível começar lentamente, investindo em uma escala menor, como companhias de seguros que usam drones para avaliar danos em telhados, por exemplo. 

Não importa o tamanho do investimento inicial, as organizações devem procurar fora dos modelos e indústrias tradicionais e decidirem como aproveitar melhor a inteligência artificial de borda.  

Importância da Edge AI

Em relação à Indústria 4.0, a inteligência artificial de borda possibilita reações instantâneas, ou seja, tem a capacidade de processar os dados em tempo real e no local onde são coletados, o que elimina grande parte do tempo de reação de um sistema de nuvem tradicional.

Além disso, ao processar dados no próprio local, evita possíveis problemas com interrupção de transmissão e armazenamento de muitos dados na nuvem, por exemplo.  

E, por último, esta tecnologia é capaz de reduzir o consumo de energia e, assim, melhorar a vida útil da bateria, fato muito importante ao pensarmos nos dispositivos portáteis.

Como inovar com a tecnologia Edge AI

Este tipo de tecnologia pode ser aplicada em todos os tipos de ambientes, desde os industriais até no dia-a-dia das pessoas, como em dispositivos wearables, por exemplo.

Os CIOs também devem considerar que a inovação pode partir de uma tecnologia já existente dentro da organização. A montadora japonesa Toyota, por exemplo, decidiu unir a robótica de borda de IA projetada para a fabricação de automóveis à grande população idosa, com mobilidade limitada.

A partir deste pensamento, a empresa criou o Welwalk WW-1000, um suporte robótico para as pernas que permite que as pessoas com paralisia parcial possam andar. 

Outra ideia inovadora é o Projeto BLAID, que ajuda as pessoas cegas ou com baixa visão a obterem uma melhor consciência ambiental. 

Além disso, a Toyota ainda se dedica ao desenvolvimento de carros autônomos, comprometendo US $ 1 bilhão com um centro de pesquisa em robótica e inteligência artificial

Para começar a pensar em disrupção, é necessário incentivar todas as unidades do negócio a terem um pensamento fora da caixa, passando a considerar questões como:

  • A que possíveis novas empresas ou organizações é benéfico se associar?
  • O que os clientes querem e como melhorar sua experiência?
  • Como melhorar a personalização dos produtos/ serviços/ atendimento?  
  • Como os produtos, serviços ou clientes podem se beneficiar da implementação de borda de IA

Em outras palavras, a cabeça por trás das inovações deve ser criativa, visualizar possibilidades que vão além dos modelos tradicionais, buscar necessidades dos clientes que podem ser resolvidas por meio do emprego da inteligência artificial

Exemplos de uso da tecnologia 

Carros autônomos são exemplos perfeitos, já que cada veículo possui seu próprio site de computação de borda e devem tomar decisões em tempo real sobre os dados que estão sendo coletados. Em outras palavras, não há tempo suficiente para enviar os dados para nuvens em outros lugares para efetuar o processamento.

Outro exemplo é o monitoramento de aviões. As aeronaves modernas geram grandes quantidades de dados por meio de milhares de sensores implantados. Em alguns casos, podem haver 300 mil sensores gerando mais de 1 petabyte de dados por voo. Essas informações precisam de processamento imediato para fazer correções necessária e garantir a segurança dos passageiros.

As Cidades Inteligentes são mais um caso de uso de inteligência artificial em expansão, já que muitos municípios estão se movendo em direção a uma abundância de sensores de tráfego, câmeras de vigilância por vídeo e outros dispositivos de monitoramento. Esses dados estão sendo coletados em muitos locais e precisam ser analisados ​​em tempo real para manter o tráfego em movimento e a população protegida. 

Empresas que já estão usando a tecnologia

A Domino’s e a Ford desenvolveram um sistema de entrega que utiliza veículos autônomos na entrega de pizzas. O sistema rastreia os veículos com GPS e notifica o cliente sobre o progresso do pedido. Neste caso, as empresas usaram inteligência artificial de borda para fornecer dados, geolocalização, previsão de tempo e personalização para as entregas.

Outro exemplo disruptivo é o da Marriott International, que fez uma parceria com a Samsung e a Legrand para usar a IoT e a IA de borda para criar o primeiro quarto de hotel com IoT do mundo. Os ambientes são altamente personalizados em vários locais, permitindo que os clientes configurem seus quartos exatamente como desejado, com base nas informações armazenadas no aplicativo.

A transformação digital é a porta de entrada de incríveis mudanças que já chegaram ou ainda estão por vir. Neste post, pudemos ver que as possibilidades de uso da Edge AI são infinitas e podem beneficiar desde grandes indústrias até nosso dia-a-dia comum.  

Acesse o site da Cedro Technologies e confira mais sobre tecnologias disruptivas!   

Gostou? Compartilhe:

Thiago Morais Felix Costa

Thiago Morais Felix Costa

Product Owner do PEOPLE na Cedro Technologies.