4 tendências de Análise de Dados para 2019

A análise de dados é uma área em transformação constante. Com a necessidade que as instituições têm de utilizar ferramentas de analytics, acompanhar as tendências é fundamental para garantir que a empresa esteja investindo em estratégias adequadas para conquistar sucesso pelos próximos meses e anos.

O CIO contou com a colaboração de vários executivos de Análise de Dados para elencar as 4 tendências desta área que devem ditar as práticas a partir deste ano. Confira agora uma síntese dessas ideias:

1. Cultura voltada para dados

Enquanto as organizações estão se transformando para se tornarem mais orientadas por dados, a tecnologia é o elemento mais simples desse processo, ainda que não seja fácil. A cultura organizacional é o principal desafio.

A parte mais vital de qualquer empresa são as pessoas. Por isso, engajar os colaboradores em torno de uma análise de dados cada vez mais robusta é fundamental para obter sucesso e estar à frente da concorrência. É muito mais importante contar com todo o seu pessoal do que um grupo seleto de cientistas de dados apartados de todo o resto.  

Com gerações cada vez mais capacitadas e especializadas como um todo, os insights dos mais diversos setores baseados nas novas tecnologias podem ser ainda mais transformadores. Por isso, para essa mudança acontecer, deve haver uma mudança de mentalidade desde a gestão.

2. Volta ao básico com analytics

Nos últimos anos, a conversa em torno de analytics tem focado cada mais em tecnologias de ponta, como machine learning, deep learning, redes neurais e outras áreas da inteligência artificial. Mesmo que essas áreas continuem a atrair atenção pelos próximos anos, muitas organizações devem voltar a utilizar de maneira mais básica para extrair dados mais úteis de análises não tão high tech.

Especialistas dizem que essa característica mais “básica” da análise de dados pode trazer mais proximidade entre os cientistas e utilizar conceitos mais simples para contribuir com o crescimento da economia e não depender unicamente dessa matemática avançada. 

Essas tecnologias de inteligência artificial, com a sua implementação na análise de dados,  realmente trouxeram outro mundo de informações. No entanto, muitas instituições também estão trabalhando com análises mais diretas e com conceitos, facilitando suas análises e a geração de relatórios. 

3. Automação é a chave da análise de dados

Mesmo que as organizações diminuam a aplicação de tecnologia de ponta para focar em análises mais simples, isso não significa que a complexidade dos dados utilizados será menor. Por isso, para processar e analisar essas informações, a automação se tornará ainda mais importante nos próximos anos. 

Com dados cada vez mais complexos, as abordagens tradicionais devem ser ultrapassadas. Como resultado, praticamente todos os aspectos do gerenciamento de dados e desenvolvimento de conteúdo analítico está alavancando a automação dos processos, facilitando de maneira otimizada a obtenção de informações dos sistemas. 

Esse movimento também é final de que o mercado está com uma escassez de profissionais especializados, como cientistas de dados, engenheiros de dados e outros integrantes de equipes de ciência de dados. 

De certa forma, isso mostra que muito do trabalho repetitivo desses profissionais pode ser automatizado. Isso não significa que eles não são necessários, apenas que é possível melhorar muito a produtividade com a aplicação de automação. 

4. Organizações devem aumentar o uso de dados de terceiros

Outra tendência que deve aumentar nos próximos anos é o uso de dados de terceiros. Muito mais do que domínio técnico para integração de dados e uma limpeza adequada do que efetivamente é necessário, o negócio precisa desenvolver diversas habilidades para analisar grandes volumes de informações fornecidos por outras fontes. O objetivo é possui um background mais diversificado para gerar insights mais embasados.

Pesquisar o mercado para conhecer quais fontes estão disponíveis e quais podem ser necessárias para o negócio, simplificando os processos internos e levando em conta a necessidade das questões legais e de análise de riscos. 

Hoje, organizações com recursos analíticos mais sofisticados buscam incluir dados de terceiros para ter uma visão mais ampla de todo o processo. Informações como histórico de crédito, redes sociais, dados compilados por aparelhos smart com IoT e até mesmo previsão do tempo ajudam a perceber mudanças nos padrões de demanda.  

Análise de dados é fundamental para o seu negócio

Qualquer negócio pode se beneficiar muito com a análise de dados e os insights trazem excelentes resultados para o crescimento da empresa e o desenvolvimento de diversas áreas. Precisa de apoio para iniciar esse processo? Converse com nosso time de especialistas!

Continue acompanhando o blog da Cedro para saber das novidades da tecnologia.