4 aplicações de internet das coisas para PMEs

18 / 05 / 2017

Nas décadas 1980 e 1990, não eram incomuns os filmes de ficção científica que retratavam a vida moderna com uma perspectiva futurista, em que dois aspectos sempre se repetiam: humanos e máquinas interagindo graças à Inteligência artificial (IA) avançada e ambientes completamente automatizados.

Pois parece que a ficção está cada vez mais próxima de se tornar realidade, porque a inteligência artificial tem apresentado grandes avanços no quesito interação por meio de chatbots e a Internet das Coisas tem gerado uma revolução no meio empresarial.

No artigo de hoje, você conferirá algumas aplicações de Internet das Coisas para PMEs e como essa inovadora tecnologia tem aberto possibilidades para crescimento e desenvolvimento no mundo dos negócios.

Continue a leitura para conferir!

1. Manutenção de frota

Muitos investimentos são realizados todos os anos com o intuito de otimizar um dos setores que mais movimenta a economia do país e representa boa parte do PIB, o transporte rodoviário de cargas.

Graças à internet das coisas é possível melhorar diversos aspectos nesse ramo, como:

  • monitoramento de velocidade, por meio de sensores;
  • controle de consumo de combustível, por meio de medição de quilômetros por litro e quilometragem rodada;
  • quantidade de paradas ao longo do percurso;
  • monitoramento da saúde do motor das frotas de serviço de campo;
  • sistema de rastreamento via GPS para otimização da segurança do motorista e da carga.

Além de reduzir o consumo de combustível e aumentar a segurança, o monitoramento das condições do veículo evita uma série de problemas por uso, pois reparos podem ser agendados com antecedência para se evitar atrasos na logística.

Vale mencionar também que com uma manutenção de frota adequada é possível reduzir o índice de emissão de CO² e alinhar os valores da empresa com os conceitos de sustentabilidade.

2. Design de produtos

Dentre as aplicações da internet das coisas para PMEs está a integração de sensores que têm a função de reportar informações pertinentes aos processos operacionais e etapas de produção.

Além de reunir dados sobre o nível de satisfação do cliente por meio de feedbacks de consumidores. Fatores que podem contribuir diretamente com melhorias no desenvolvimento do design e no marketing de produtos.

A união da internet das coisas com o setor de produção é uma tendência que tem chamado a atenção de empreendedores do mundo inteiro.

Até mesmo um termo foi criado em referência ao que pode ser o novo marco na história do setor de produção das indústrias: estamos falando sobre a Indústria 4.0.

3. Logística

Outra aplicação da internet das coisas para PMEs que tem se tornado cada vez mais frequente é a otimização do setor de logística empresarial.

A possibilidade de integrar sensores em contêineres, por exemplo, permite ao gestor receber informações em tempo real sobre todo o trajeto da carga, qual a frequência de manuseio dos pacotes e suas condições de armazenamento.

A integração dos sensores ao sistema oferece benefícios como o aumento da eficiência da operação, redução do tempo de entrega e melhoria no atendimento ao cliente.

4. Manutenção

Informações sobre a condição dos componentes, peças e equipamentos responsáveis pela produção podem reduzir custos significativos na operação.

Além de identificar possíveis falhas antes mesmo que avarias e outros problemas possam acontecer. O que pode evitar que os processos operacionais precisem parar e a produtividade da empresa seja afetada.

Pois se uma máquina é danificada durante o processo de produção de uma alta demanda, é evidente que os prejuízos serão altos, já que envolverão:

  • custos de manutenção de emergência;
  • vendas perdidas;
  • perda de credibilidade com o consumidor;
  • multas e penalidades por atraso na entrega.

Os sensores conseguem identificar alterações na vibração e no calor dos equipamentos, apontando problemas em potencial, o que permite aos técnicos fazer a reparação a tempo de evitar desastres na produção.

Você pôde conferir neste post algumas das aplicações de internet das coisas para PMEs que estão se tornando tendência mundial, alavancando os resultados de negócios e aumentando a competitividade em diversos segmentos comerciais.

Se você gostou do post de hoje e quer continuar recebendo conteúdos ricos e interessantes em primeira mão, assine agora a nossa newsletter!