10 cuidados com segurança digital que você deve ter

15 / 03 / 2022

10 cuidados com segurança digital que você deve ter

Os cuidados com a segurança digital tornaram-se uma pauta frequente nas reuniões das grandes corporações. Isso porque a pandemia fez com que a transformação digital, estimada para acontecer em 10 anos, fosse realizada em apenas 1, devido às restrições impostas por conta do contágio da COVID-19.

Vale ressaltar, no entanto, que essa nova realidade não foi sem seus desafios. Com as reuniões corporativas e, até mesmo pessoais, passando a aderir um modelo online, foi necessária uma adaptação aos diversos aplicativos existentes, cada um com suas particularidades. 

Assim, é natural que algumas boas práticas como os cuidados com a segurança digital fiquem de lado. Mas, assim como a digitalização cresceu, é preciso encarar uma dura realidade onde os crimes cibernéticos também aumentaram. 

Engana-se quem acha que o alvo dos criminosos são apenas grandes corporações ou pessoas de poder aquisitivo maior. Existem, hoje, diversas estratégias adotadas por criminosos, com boa parte dos planos envolvendo pessoas comuns, dificultando o rastreamento por parte do Estado. 

Estando sempre por dentro de tudo que envolva tecnologias, a Cedro não poderia deixar de dar algumas boas dicas sobre o assunto para você continuar curtindo as inovações digitais com maior segurança. 

 

O que é segurança digital?

Atualmente, o digital envolve computadores, redes, servidores, programas e todos os dispositivos conectados na Internet das Coisas (IoT). A segurança digital trata justamente da proteção das informações que estão disponíveis e são trocadas constantemente nesses espaços.

E, porque a segurança dessas informações é tão importante? A segurança digital é importante por conta dos criminosos conseguirem, por meio delas, acesso a alguns dados sigilosos e sensíveis, inclusive financeiros. Ainda que eles não tenham sucesso em um roubo de contas bancárias, por exemplo, é possível que eles utilizem as informações conquistadas para chantagear todos aqueles envolvidos. 

Dependendo do ataque, inclusive, pode ocorrer o comprometimento de sistemas fundamentais no cotidiano das pessoas, como plataformas com acessos limitados, instabilidade, mudança de informações, podendo até mesmo causar o bloqueio de suas funções  

Preparamos um conteúdo completo com 10 cuidados com segurança digital para você seguir e se proteger dos cibercriminosos. Confira!

 

10 cuidados com a segurança digital

Diferente dos ambientes físicos, nem tudo é tangível no âmbito online, mas isso não significa que a proteção com “cadeados e cercas elétricas” devem ser ignoradas. Existem hoje diferentes meios de aplicar estes sistemas online, assegurando os bens materiais. Confira a seguir os 10 cuidados com a segurança digital que a Cedro separou para ajudar!

 

1. Tenha senhas fortes e as atualize periodicamente


As senhas são nossas principais proteções para bloquear ataques digitais. Por isso, nada de preguiça ou descuido na hora de criar uma! Utilize letras maiúsculas, minúsculas, números e símbolos para dificultar a descoberta de cibercriminosos. 

Evite ligá-las a dados pessoais como datas de aniversário, nome e sobrenome, números de documentação e telefones. Essas informações ficam armazenadas em diversos bancos de dados de instituições governamentais, e, infelizmente, nem todas possuem um bom sistema de proteção. Inclusive, temos um conteúdo completo sobre porque o governo sempre erra na questão de cibersegurança.  

Além disso, troque suas senhas pelo menos a cada 6 meses para manter a proteção vigente. E nada de anotar todas em um espaço virtual ou até mesmo físico. Caso alguém consiga acesso, terá praticamente você nas palmas das mãos. Procure deixá-las em locais diferentes em que somente você tenha acesso, de preferência, fisicamente. 

 

2. Instale um antivírus 

Os antivírus são programas criados para agir contra possíveis ameaças aos seus dispositivos, como celulares e computadores. Ao detectar arquivos maliciosos que possam de alguma forma prejudicar o sistema operacional, eles bloqueiam o acesso e emitem uma notificação de segurança a você.  Portanto, não deixe de ter um.

Para escolher um antivírus, considere a confiabilidade que ele tem no mercado, a usabilidade da plataforma, abrangência de proteção fornecida e a qualidade dessa proteção. Então, pesquise as marcas líderes de mercado e confira os principais feedbacks que seus usuários dão.

 

3. Utilize VPN

As VPNs são como uma espécie de espaço virtual intermediário entre o seu computador e uma determinada rede. Esses espaços são redes privadas virtuais criptografadas que protegem as informações contidas em sua máquina, como a localização, por exemplo.

A rede atual que utilizamos é pública, baseada no compartilhamento de dados seguindo protocolos padrões. A VPN se aloca sobre a rede pública, protegendo o seu compartilhamento de dados e trazendo a você apenas o que está disponível online. Ou seja, histórico de busca, algoritmos, dentre outros sistemas não terão acesso a sua jornada de navegação para te indicar resultados, produtos, conteúdos, etc.

 

4. Ative a verificação de duas etapas

Vamos pensar em um exemplo prático: porque você tranca a porta e o portão de casa? Para dificultar a entrada de pessoas mal intencionadas, certo? A mesma lógica se aplica a verificação ou autenticação em duas etapas. 

Com ela ativada, somente você conseguirá acessar seus programas e informações, pois estará confirmando ao sistema de proteção que é você mesmo. Assim como conseguir entrar em sua casa por possuir as chaves corretas.

 

5. Acesse somente links conhecidos e confiáveis

Sempre verifique um link ou arquivo antes de clicar, pois, o mesmo pode conter programas espiões que roubaram seus dados. Faça sempre as seguintes questões: quem me enviou esse link é confiável? A mensagem acompanhada dela está “boa demais para ser verdade”? A URL está muito complexa? Se duvidar em qualquer uma dessas questões, não clique! 

E, mesmo que seja um link recebido por algum conhecido confiável em uma conversa mais próxima, como WhatsApp, ainda assim mantenha-se alerta. Infelizmente houve um aumento significativo de fake news espalhadas nos últimos anos, principalmente nessa rede social. Você pode acabar informado de maneira errada e, de quebra, cair em um golpe.

 

6. Programas e softwares piratas

A grande questão de programas e softwares piratas é que você não possui garantia alguma de que o arquivo que você está instalando é realmente seguro. É muito comum que cibercriminosos utilizem dessa tática para instalar vírus nos dispositivos que baixaram o arquivo disponível nos portais de pirataria.

Além disso, fazer o download nesses portais piratas é uma prática ilegal, que pode render de 2 a 4 anos de reclusão. Ou seja, ao realizar pirataria você não apenas estará concorrendo ao risco de cair nas mãos de cibercriminosos, como também estará cometendo um crime.

 

7. Não utilize redes de internet abertas

Infelizmente as redes de internet sem senha são muito fáceis de instalar arquivos maliciosos e conseguir roubar dados dos dispositivos daqueles que a utilizam. Portanto, evitar sempre utilizar as redes abertas públicas são um dos cuidados com segurança digital básicos que devemos sempre seguir.

Por exemplo, caso você esteja em um aeroporto, busque rotear sua internet 4G em vez de logar na rede local que a instituição oferece. Caso seja inviável, ao utilizar a rede aberta, não entre em aplicativos bancários e nem clique em links.

 

8. Realize backup constantemente

Prevenir é melhor que remediar e o backup é um excelente aliado nisso. Ter suas informações salvas em um segundo espaço te prepara para possíveis situações onde você poderia perder tudo o que tem no seu dispositivo como bloqueio de acesso, roubo do dispositivo ou mau funcionamento. 

 

9. Atenção às notificações de segurança

Não adianta saber o que é segurança digital e não acompanhar as notificações que os programas de proteção fornecem a você. Sempre verifique o que as mensagens dizem e se suspeitar de algo, prontamente haja notificando o sistema responsável pela armazenagem de seus dados.

 

10. Acompanhe as notícias

Como já citamos acima, todos os dias novos golpes e ações de cibercriminosos estão surgindo. Então, acompanhe os noticiários para ser alertado das novas práticas e evitar que caia em alguma. Estar sempre se atualizando também faz parte dos cuidados com segurança digital que devemos ter.

Aqui no blog, nós temos um conteúdo sobre segurança digital na prática, onde abordamos como mapear e combater ciberataques com Inteligência Artificial. Esse é um exemplo de tipo de fonte para buscar e se atualizar sobre as novidades tecnológicas que estão surgindo.

 

Segurança Digital e Cedro Technologies

A Cedro sabe a importância da segurança digital e sempre busca aplicá-las em suas soluções para que nenhum de seus clientes sofra algum tipo de prejuízo. Contamos com os melhores profissionais do mercado para garantir a proteção de nossos sistemas e estamos constantemente nos atualizando para não deixar nenhuma brecha aos criminosos.

Caso tenha alguma dúvida, fale com um de nossos especialistas. Contamos com um time de profissionais especializados e prontamente disponíveis para te responder! 

Deixe uma resposta