home Sem categoria Robôs de investimentos: o case da fintech SmarttBot

Robôs de investimentos: o case da fintech SmarttBot

Todo investidor day trader já aprendeu que para ser bem-sucedido na bolsa de valores é imprescindível saber controlar suas emoções e não deixar elas influenciarem suas decisões. Mas como retirar as emoções de um ser humano? Isto é impraticável aos homens, porém possível para os robôs. Esta é a aposta da SmarttBot.

Robôs de investimentos

A SmarttBot é uma Fintech para investimentos automatizados na BM&FBOVESPA. A empresa surgiu em 2011 com o propósito de democratizar o uso de algotrading (investimento automatizado) no Brasil, o que era até então restrito aos investidores profissionais ou institucionais com grande capacidade de investimento em tecnologia.

Em 2011, os sócios da SmarttBot perceberam a oportunidade de se criar uma plataforma 100% online e em nuvem, que permitisse a qualquer investidor lançar uma estratégia automatizada de investimento na BM&FBOVESPA. No início, o projeto parecia audacioso demais, mas com a junção de um time de traders e de tecnologia, a plataforma foi ao ar em 2013.

“O mercado financeiro está habituado a utilizar plataformas de algotrading, de difícil implementação e de custo elevado para manutenção. Percebemos então a oportunidade de criar uma oferta disruptiva para qualquer investidor lançar uma estratégia pronta ou desenvolver a sua própria.” – Mateus Lana, sócio-fundador da SmarttBot

 

– Leia também: Cedro suporta plataforma da Toro Investimentos

A plataforma SmarttBot, além de toda a complexidade de desenvolvimento dos robôs e gestão das estratégias, necessitava também de uma infraestrutura de market data e negociação eletrônica para suportar sua  solução, de maneira que pudesse  focar essencialmente nos diferenciais de seu produto, sem se preocupar com a infraestrutura, dados, conectividade com a BM&FBOVESPA e roteamento de ordens.

Parceria: SmarttBot e Cedro

Para ter esse suporte, a SmarttBot firmou parceria com a Cedro Technologies, que passou a fornecer, por meio da sua linha de negócios Cedro Open Banking, uma ampla solução de interfaces técnicas (APIs). Estas interfaces permitem que aplicativos e serviços de terceiros se conectem às nossas soluções de negociação eletrônica.

A plataforma atualmente atende centenas de investidores no mercado brasileiro e está integrada às corretoras Ágora, Gradual Investimentos, Rico Corretora e XP Investimentos.

“A Cedro iniciou um processo de abertura de suas APIs em 2006 e, agora, uma década depois, consolida seu barramento de serviços financeiros em uma infraestrutura chamada Cedro Open Banking. O objetivo é facilitar o acesso de Fintechs às instituições financeiras por meio de nosso hub de serviços”, explica Leonardo Reis, CEO da Cedro. “E esse acesso pode potencializar a geração de receitas dessas startups do mercado financeiro”, complementa Anderson Alvarenga, Head de Capital Markets da Cedro.

Conheça a plataforma SmarttBot e solicite uma demonstração sem custos. Comece agora mesmo a aplicar suas estratégias de investimentos utilizando robôs prontos ou criando sua própria estratégia.

– Você pode se interessar por: Quantsis se posiciona na indústria financeira

Quer saber como podemos fazer do seu negócio nosso próximo case de sucesso? Entre em contato. Estamos prontos para pensar grande com sua empresa e desenvolver projetos de tecnologia sob demanda.

case da cedro - projetos de TI

Gostou? Compartilhe:

Equipe Cedro

Equipe Cedro

Empresa focada em tecnologia e referência em inovação para o mercado financeiro e em soluções de TI e mobile.