home Sem categoria Perfil do profissional de TI: o que o mercado exige

Perfil do profissional de TI: o que o mercado exige

área de TI (Tecnologia da Informação) vem sofrendo muitas modificações, exigindo que o profissional seja não somente uma pessoa com conhecimentos técnicos, mas com capacidade em administração — as habilidades de um profissional de TI modificam-se à medida que novas necessidades e novos avanços no setor tecnológico vão surgindo.

Veja qual perfil o profissional de TI deve apresentar para corresponder às exigências do mercado atual.

Intimidade com a tecnologia móvel

40% dos investimentos em TI no mundo estão voltados para a tecnologia móvel, ou seja, para a criação de produtos/serviços destinados a dispositivos móveis. São diferentes aplicativos que são usados em dispositivos móveis, como tablets, smartphones, iPods e outros aparelhos. Assim, o profissional de TI precisa fazer gerenciamento corporativo, estruturando redes, controlando acessos e desenvolvendo outras atividades relacionadas.

Gestão de projetos

As empresas precisam de profissionais de TI que atuem como gestores e executores de projetos e não apenas como técnicos. Os avanços tecnológicos permitem que as empresas ganhem mais, aumentando produtividade e vendas. Esse é um ponto positivo, mas exige que a área de TI seja administrada por profissionais capacitados para elaborar e realizar projetos eficientes – profissionais que sejam habilitados a criar, acompanhar e concluir projetos, reduzindo riscos e falhas e otimizando resultados.

Conectividade à internet

Hoje existe um processo tecnológico em contínuo crescimento que se chama “Internet das Coisas”. Refere-se à intensa conectividade à web, à maior interação entre as ferramentas digitais e o campo vasto da internet, o que propicia o aparecimento e diversificação dos serviços, produtos e negócios.

Gerenciamento e controle de dados

A era digital caracteriza-se pelo desenvolvimento de recursos e ferramentas que trabalham com um elemento fundamental: o dado. O volume de dados gerados pelas organizações pode se tornar um problema se não houver quem os administre adequadamente. Mais uma vez, o profissional de TI pode fazer valer a sua importância, atuando no “big data” (dados em grande quantidade): controlando, organizando, estruturando, analisando e interpretando o conjunto de dados de uma empresa de modo a permitir que o negócio se desenvolva a partir das diferentes informações captadas e bem direcionadas, favorecendo os setores de marketing, vendas, CRM, RH e assim por diante.

Garantia de segurança

Quanto mais se desenvolvem os recursos tecnológicos, mais aumenta a preocupação das empresas com a segurança da informação. O profissional de TI deve estar a par de todas as inovações tecnológicas capazes de garantir a segurança dos dados contra fraudes cibernéticas e invasões de privacidade. Trata-se de saber aplicar e gerenciar todos os mecanismos de segurança, o acesso à informação, o controle de dados, a computação em nuvem – só assim, será possível minimizar as possibilidades de falhas no sistema e a ação de usuários mal intencionados.

Constante atualização

Diante do que foi dito, percebe-se a necessidade de o profissional de TI manter-se sempre atualizado para acompanhar as modificações nas área digital e tecnológica, se preparando para sua repercussão no mercado. Além da Internet das Coisas, mobilidade, big data, vale lembrar a computação em nuvem, que permite o compartilhamento de informações sem a necessidade de servidores locais ou instalação de softwares. A cloud computing, como é conhecida em inglês, amplia bastante as perspectivas tecnológicas, contribuindo para maior praticidade, agilidade na utilização de recursos, redução de custos e exigindo, ao mesmo tempo, maior controle com a segurança e maior flexibilidade.

Já está acompanhando essas mudanças? O que pensa sobre as novas exigências do mercado para o profissional de TI? Deixe seu comentário e compartilhe suas experiências!

-Quer impulsionar seu negócio com projetos de TI? Entre em contato pelo link abaixo.

case da cedro - projetos de TI

Gostou? Compartilhe:

Eduardo Finzi

Eduardo Finzi

Eduardo Finzi é Diretor de TI da Cedro, com experiência como cientista da computação em empresas do segmento atacadista, telecom e financeiro.

  • Douglas Vilela

    Excelente artigo. Vale a pena compartilhar. IoT é mais do que uma tendência, é uma realidade já.