home Sem categoria O que são micro-momentos e como ajudam a vender mais?

O que são micro-momentos e como ajudam a vender mais?

Nos ônibus, no metrô e nas ruas o comportamento é semelhante: a deixa para pegar o celular. Muitas dessas pessoas estão usando o smartphone para navegar na internet.

Independentemente de qual seja o ponto da jornada do consumidor em que estejam, elas estão tendo micro-momentos. Esses são pequenos momentos decisivos, geralmente relacionados ao uso do celular — que está conosco o tempo todo —, em que o cliente fica exposto a um produto ou serviço que deseja.

Em geral, o celular está sempre ao alcance de nossas mãos na maior parte do dia. É natural, portanto, que o usemos para as mais diversas atividades. Não seria diferente com o consumo.

A grande vantagem é que podemos fazer pesquisas diversas antes de tomar uma decisão. E cada um desses micro-momentos conta!

Se interessou pelo assunto? Então continue a leitura deste post! Nele vamos explicar melhor o que são micro-momentos e como eles devem ser adotados de maneira estratégica para aumentar as suas vendas!

Micro-momentos

O consumidor mudou. Sua jornada de compra hoje começa, invariavelmente, com uma rotina de pesquisa online. E é cheia de micro-momentos, que podem ser classificados em:

  • I want to know (quero saber/conhecer);
  • I want to go (quero ir);
  • I want to buy (quero comprar);
  • I want to do (quero fazer).

Saiba mais sobre eles:

I Want to Know

Nesta etapa, o cliente está buscando informação sobre algo. Por exemplo, ele viu um produto inovador e procura se informar mais sobre ele. O consumidor ainda não quer comprar aquele objeto, mas quer saber mais a seu respeito — até para descobrir se o item realmente se integra a seu estilo de vida.

I Want to Go

Quem nunca pesquisou o endereço de algum lugar na internet? Descobrir onde fica um restaurante e/ou qual o melhor caminho para chegar até ele são buscas bastante comuns. Há, inclusive, vários aplicativos especializados nisso.

I Want to Buy

Este é o micro-momento preferido do varejo, pois geralmente é relacionado a uma intenção de compra. Em geral, o consumidor faz consultas incluindo o nome do que quer comprar. A ideia aqui é realmente encontrar a melhor condição de compra (em termos de preço, formas de pagamento, garantias, entrega e outros).

I Want to Do

É muito comum, quando se quer saber como fazer algo, procurar na internet. Esse tipo de consulta geralmente retorna vídeos como sugestão: muitas coisas são mais facilmente aprendidas assistindo a um vídeo do que lendo um tutorial.

Muitos sites passaram a produzir conteúdo em vídeo para entregar valor ao cliente. É o caso, por exemplo, de páginas de receitas que apresentam a execução de pratos em vídeo, mostrando cada etapa. Ou, ainda, de sites de cifras que mostram como tocar música em algum instrumento, ensinando cada trecho, em vídeo.

Instantaneidade

Sempre que quer algo, o consumidor quer instantaneamente. Em geral, portanto, prefere as marcas que podem oferecer isso a ele. Como estamos conectados o tempo todo, é comum que muitas decisões sejam tomadas em momentos de impulso. Vivemos, afinal, uma era em que tudo acontece simultaneamente.

É fundamental, portanto, estar presente quando o cliente precisar — basta lembrar que 82% dos usuários de smartphones consultam seus celulares quando estão prestes a fazer uma compra numa loja física. O primeiro passo é identificar em que lugar o público-alvo se encontra.

Com esses dados, é possível saber que tipo de conteúdo deve ser produzido e entregue ao cliente em cada etapa. Afinal, o consumidor está à procura de informações para facilitar sua vida.

São nesses micro-momentos que está a chave para se conectar com ele. O grande desafio é descobrir o micro-momento específico em que a audiência está receptiva a receber as mensagens da marca.

Movidos por intenção, contexto e imediatismo, os micro-momentos são uma excelente oportunidade de exposição. Uma estratégia bem interessante é a que apresenta o anúncio certo na hora exata em que o cliente está vivenciando o micro-momento.

Empresas que souberem aproveitar o micro-momentos podem ter um retorno bastante significativo para o negócio. Algumas ações não podem ficar de fora:

  • identifique onde, como e por que seu cliente busca informação;
  • use ferramentas de tendências para determinar padrões de comportamento do consumidor;
  • descubra qual formato de conteúdo seu público mais usa e em quais dispositivos eles mais se conectam à web. Em seguida, superar a expectativa dos clientes usando tecnologia e conteúdo.

Melhores práticas

Existem, basicamente, três ações fundamentais para quem quer aproveitar os micro-momentos para se mostrar para o cliente: estar presente, ser útil e ser rápido. Conheça melhor, a seguir, cada uma dessas etapas:

Estar presente

Com um smartphone e uma conexão de internet, podemos estar em qualquer lugar do mundo a qualquer momento. Esta é a principal premissa dos micro-momentos: o consumidor pode estar num estabelecimento concorrente, mas procurar o preço do produto da sua empresa enquanto isso.

Com uma análise de dados bem-feita, é possível acioná-lo em tempo real e, porque não, oferecer um desconto a ele. Sua melhor aliada aqui é a geolocalização: é possível saber onde o cliente está e, com base em seu histórico de interesse e navegação, qual produto procura.

Ser útil

Saber onde o consumidor está é bastante útil, mas saber o que ele busca ou precisa é fundamental. Juntar dados de Customer Relationship Management (CRM, gerenciamento de relacionamento com o consumidor), de comportamento do cliente (com base em sua navegação) e de terceiros pode fazer maravilhas.

Depois, é só usar os canais de marketing digital para fazer campanhas de display, e-mail marketing, otimização e personalização nos ambientes online, entre outros. Assim, os níveis de assertividade na detecção das necessidades do usuário e na eficácia da comunicação com ele aumentam muito.

Ser rápido

Vivemos uma era muito rápida, em que o imediatismo dá o tom. O tempo médio de atenção das pessoas é, em geral, muito baixo e as trocas de informações são cada vez mais instantâneas. Nesse cenário, qualquer momento é importante. Se forem micro-momentos, mais ainda.

Agora que você já entende melhor os micro-momentos e como adotá-los de maneira estratégica, assine nossa newsletter e fique sempre por dentro das novidades que compartilhamos!

Gostou? Compartilhe:

Malu Araujo

Malu Araujo

Analista de Marketing Digital da Cedro Technologies, com foco em Inbound Marketing e produção de conteúdo.