home Sem categoria O que são lotes de negociação e como atuar com eles?

O que são lotes de negociação e como atuar com eles?

Um dos conhecimentos mais importantes para quem deseja investir no mercado financeiro é o conceito de lotes de investimentos. É preciso deixar claro que o investimento na Bolsa de Valores não exige valor mínimo a ser investido por conta desse conceito.

Portanto, lotes de negociação nada mais são do que o número mínimo de unidades de um determinado ativo, que pode ser negociado no mercado financeiro. Assim, não é possível negociar ações em quantidades menores que as quantidades do lote.

Se você quer comprar ou vender determinadas quantidades de ações, cujo lote mínimo é de cem, será necessário fazer uma ordem de compra/venda de cem ações. O mesmo funciona com os valores: se uma ação custa R$ 12,20 e o menor lote contém 500 unidades o valor mínimo a ser investido é de R$ 6.100,00.

Mas, afinal, você sabe o que são lotes de investimento e o que é preciso fazer para atuar com eles? Continue a leitura deste post e esclareça suas dúvidas!

O que são os lotes de negociação?

Os lotes de negociação são pequenos conjuntos de ações de uma mesma empresa. Não é possível, por exemplo, comprar um grão de arroz, mas sim um lote mínimo.

Os lotes de negociação funcionam com base nessa analogia. Entretanto, no mercado de ações também é possível realizar a compra de uma única ação, prática que se dá por meio do mercado fracionário.

Quais as diferenças do mercado integral para o mercado fracionário?

Como explicamos, é possível comprar ações de forma unitária, não havendo lote mínimo para a negociação. Em outras palavras, podemos comprar 15, 5, 3 e, até mesmo, uma única ação de uma empresa.

O mercado fracionário possibilita que pequenos investidores façam parte do mercado de ações e, ainda, permite a diversificação da carteira de investimentos, uma vez que o interessado poderá definir a participação de cada ação com certa flexibilidade.

Grandes investidores também utilizam o mercado fracionário para completar os lotes-padrão. Um investidor com 1950 ações de uma determinada empresa pode recorrer ao mercado fracionário e comprar mais 50 ações, completando 20 lotes-padrão (2.000 ações).

O exemplo dado somente pode ser realizado pelo fato de não haver diferença entre a ação negociada no mercado fracionário e a ação negociada no mercado integral, ou seja, o ativo é o mesmo.

A principal diferença é que o mercado fracionário atua de maneira independente do mercado integral, possuindo cotações e liquidez próprias. A cotação se difere pelo fato do mercado fracionário ter oferta e procura de forma diferente do integral.

Geralmente, as ações de venda no mercado fracionário são mais altas do que no mercado integral. Em contrapartida, as ações de compra são mais baixas, ou seja, o spread (diferença entre as melhores opções de compra e venda) é consideravelmente maior.

Quais as vantagens de usar lotes de negociação?

Os lotes de negociação foram criados para facilitar e uniformizar as negociações no mercado financeiro, aumentando a liquidez dos ativos e assegurando maior estabilidade no preço das ações.

As negociações se tornam mais simples de serem realizadas, por conta da obrigação de se comprar em lotes. Então, vendedores e compradores enviam suas ordens em valores múltiplos de lote padrão (dez, cem, mil, entre outros). A facilidade pode ser exemplificada pela possibilidade de se negociar vários ativos em um único negócio.

Já a liquidez se relaciona com a facilidade em se negociar quantidades maiores em menores negócios. Imagine, por exemplo, que você tem 1000 ações de uma determinada empresa, cujo lote mínimo é de 200. Uma ordem de venda será executada com, no máximo, cinco vendedores (cada um comprando 200 ações).

Quais os riscos dos lotes de negociação?

Como todo e qualquer tipo de investimento, os lotes também têm seus riscos. É preciso atentar para o fato de se trabalhar com um grande aporte financeiro, ou seja, a capacidade de haver grandes perdas.

Como o montante financeiro é considerado alto, pela quantidade de ações em cada lote e pelo preço dessas respectivas ações, é preciso ter muito cuidado. Um simples erro na avaliação de uma empresa pode significar um prejuízo impressionante.

Sendo assim, recomendamos que apenas traders experientes realizem esse tipo de operação, evitando maiores problemas. Arriscar é uma prática necessária, mas não se deve fazê-lo quando uma alta quantia financeira está envolvida, não é mesmo?

Como operar no mercado integral e no mercado fracionário?

As ações negociadas no mercado integral são as mesmas negociadas no mercado fracionário, então como escolher entre essas opções? A resposta é simples: depende de sua corretora.

Algumas corretoras oferecem transparência para seus clientes, mostrando todas as operações e selecionando a melhor alternativa, dependendo da quantidade de ações que estão em negociação.

Caso sua corretora funcione dessa maneira e você envie uma ordem de compra de 75 ações cujo lote-padrão é de cem ações, a corretora executará automaticamente essa operação no mercado fracionário.

Se a compra fosse de 350 ações, a corretora compraria três lotes-padrão (300 ações) no mercado integral e mais 50 ações no mercado fracionário.

A outra maneira de realizar a compra se dá pela seleção manual do mercado, atividade que deve ser realizada por você no momento de escolha do ativo. Isso ocorre pelo fato de que na Bovespa uma mesma ação apresenta códigos diferentes para cada tipo de mercado.

Especificamente no mercado fracionário, o código do ativo é o mesmo do mercado integral, seguido da letra “F”. As ações ordinárias do Banco do Brasil, por exemplo, têm código BBAS3 no mercado integral e BBAS3F no mercado fracionário.

Dessa forma, se a sua corretora exige que você defina o mercado a ser investido, é preciso informar o código do ativo “simples” para operar no mercado integral e o código do ativo seguido de “F” para operar no mercado fracionário.

Os lotes de investimentos são alternativas interessantes para quem deseja investir no mercado de ações. Contudo, é preciso estudar esse mercado com cuidado, buscando compreender como as transações são realizadas e o impacto que elas podem trazer para a carteira de um investidor.

E aí, gostou do nosso artigo? O que achou das informações que destacamos sobre lotes de investimentos? Ficou interessado pelo assunto? Então, assine nossa newsletter e receba, em primeira mão, nossos conteúdos. Não perca essa oportunidade!

Gostou? Compartilhe:

Rodrigo Santos

Rodrigo Santos

Rodrigo Santos é co-fundador e vice-presidente da Cedro Technologies. Atua desde 2005 no desenvolvimento de sistemas, banco de dados e produtos para o mercado financeiro.