home Sem categoria O QA dentro de um time Ágil (Scrum)

O QA dentro de um time Ágil (Scrum)

Uma frase que diz muito sobre o papel do QA em um time ágil é:

Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas” – Manifesto Ágil

QA, do inglês Quality Assurance (Garantia de Qualidade), é um termo muito disseminado dentro do desenvolvimento de software, e o seu principal objetivo é garantir que o produto final seja entregue com a qualidade esperada.

Os times que aplicam a abordagem do Scrum são formados pelos seguintes papéis:

  • P.O (Product Owner);
  • Scrum  Master;
  • Time de Desenvolvimento.

Seguindo esse modelo, o QA integra o time de desenvolvimento, porém, sendo um profissional com maior habilidade em planejar, desenvolver e executar testes.

É de grande importância ressaltar que em times Scrum todos são multidisciplinares. Assim, todos devem executar as boas práticas de qualidade, tornando o QA em um disseminador da cultura de qualidade em software.

Na teoria toda essa estrutura é muito bonita e simples, porém, como podemos trabalhar como um QA dentro de um time ágil, extraindo o melhor de todo time em busca do nosso objetivo comum?

Antes de responder esta pergunta, vamos entender o que mudou da metodologia Cascata para a metodologia Ágil:

metodologia ágil
Metodologia tradicional x metodologia ágil – Fonte: http://www.sdlc.ws/agile-vs-waterfall/

A imagem mostra, no modelo Cascata, um desenvolvimento em que cada etapa é totalmente dependente da etapa anterior, ou seja, apenas consigo evoluir, se a tarefa anterior à minha estiver concluída com sucesso.

No ambiente ágil, essa visão muda e o time consegue transitar por cada etapa do processo sem a necessidade de dependência.

Com essa evolução, temos um QA presente em todas as etapas disseminando e garantindo que as boas práticas de qualidade de software estejam sendo seguidas por todo o time, desde o levantamento dos primeiros requisitos do projeto.

Definição de pronto e QA no mesmo time

A definição de “pronto” nada mais é do que um contrato firmado entre o time e o PO, que lista de forma clara os requisitos que determinam que uma User Story está completa.

Você deve estar se perguntando por que falar desse conceito aqui. E a resposta é simples: normalmente, quando perguntam se uma funcionalidade ou story está pronta, respondem: “sim, mas falta testar…”.

Isso significa que ao definir o conceito de “pronto”, é importante que o QA – que faz parte do time – esteja envolvido e possa sensibilizar os membros do time e PO para que os testes façam parte deste conceito.

Dessa forma, garantimos:

  • Integração entre desenvolvedores e QA;
  • Maior qualidade do time;
  • Que não haja desentendimentos desnecessários;
  • Story testada e com aceite formal.

O que ganhamos com um QA no time ágil?

É normal que se busque saber quais os benefícios ou até mesmo o que se ganha com um QA em time ágil, por isso, já trouxemos essa resposta para você, confira:

  • Entregas com maior valor agregado;
  • Otimização do tempo;
  • Maior evangelização das práticas de qualidade durante todo projeto;
  • Menor número de incidentes críticos na reta final do produto;
  • Redução de custo pela antecipação dos bugs encontrados durante o projeto;
  • Incentivo em melhorar o processo continuamente.

Autoras:

Elisabeth Mamede: Analista de Testes, formada em Sistemas de Informação, com certificação Internacional em Qualidade e Teste Software (CTFL/BSTQB). Entusiasta de novas tecnologias e comunidades como o GDG Uberlândia.

Dayane Fuga: Líder de Teste, formada em Ciência da Computação e especialista em Engenharia de Software. Apaixonada por livros e séries!

Gostou? Compartilhe:

Equipe Cedro

Equipe Cedro

Empresa focada em tecnologia e referência em inovação para o mercado financeiro e em soluções de TI e mobile.