home Sem categoria A importância dos testes de software no controle de qualidade

A importância dos testes de software no controle de qualidade

Testes de software são processos que fazem parte de um projeto de desenvolvimento de um software, com o objetivo de descobrir falhas no sistema, reportar erros e verificar se os mesmos foram corrigidos, garantindo uma qualidade maior na entrega do produto.

A importância dos testes de softwares

O teste de software é muito importante na garantia de controle da qualidade do sistema. Ele deve garantir que o sistema atenda todos os requisitos conforme o cliente solicitou . No entanto, o teste de software abrange uma área muito maior do que controle da qualidade do sistema.

Os testes são ferramentas que as empresas utilizam para minimizar custos financeiros e evitar que a reputação empresarial diminua. Quando um teste de qualidade é executado no sistema, o mesmo pode evitar um problema que iria causar muito prejuízo no futuro.

Um defeito que é descoberto em fase de produção, pode ter o custo para corrigi-lo de até 100 vezes mais sobre um defeito descoberto na etapa de teste. Uma empresa que produz softwares de baixa qualidade não é bem vista no mercado. Sendo assim, negócios que viriam a ser fechados podem ser perdidos.

Resultados de uma equipe preparada

Uma equipe de teste bem preparada faz toda diferença na entrega final do produto. Para garantir a qualidade final do produto, os analistas de testes devem ter o perfil de um pessimista. Mas o que é o perfil de pessimista?

O analista deve imaginar cenários que outras pessoas não imaginam, simular o máximo de cenários possíveis, ter uma visão atenta para pegar nos mínimos detalhes itens que possam fugir do padrão solicitado pelo cliente, tentar pegar o que pode dar errado no sistema e simular. Com esse perfil, o analista vai ter mais qualidade nos testes, deixando o cliente mais confortável para colocar o sistema em produção.

Ao reportar um bug ao time de desenvolvimento, o analista de teste deve acompanhar o bug, pois o mesmo deve ser corrigido pelo time de desenvolvimento e retestado por um membro da equipe de teste, certificando-se que o erro não continue acontecendo.

Qualidade é opcional

Atualmente, existem alguns acontecimentos que fazem com que o controle de qualidade dos softwares seja deixado de lado. Um motivo que pode levar a esse acontecimento é o fim do prazo para a entrega de um produto. Com o curto prazo algumas empresas pulam a etapa de teste para agilizar na entrega, mas essa situação pode gerar um problema muito maior.

Sendo assim a qualidade não deve ser vista como um item opcional. A qualidade deve ser um item obrigatório, garantindo que todos os itens de qualidade sejam entregues com sucesso.

Como saber se os testes estão dentro do padrão?

Para auxiliar a equipe de teste existem algumas certificações no mercado, cursos preparatórios, a comunidade que está sempre disposta a ajudar e, também, a 9126-1 – ela define quais pilares e quais fatores pertencem a um software de qualidade. Esses pilares são:

  • funcionalidade,
  • confiabilidade,
  • usabilidade,
  • eficiência,
  • manutenção,
  • e portabilidade.

Executar testes que garantam que os seis pilares sejam atendidos automaticamente garantirá que o sistema atenda os requisitos padrões para ser um software de qualidade.

Conclusão

Sendo assim, os testes de softwares são essenciais. Eles não podem ser vistos como um item opcional. Hoje, para uma empresa se manter no mercado, deve seguir o padrão de qualidade imposto pela sociedade da Tecnologia da Informação, garantindo assim uma boa reputação, uma boa entrega e, o mais importante para empresa, um bom lucro.

Gostou? Compartilhe:

Romário Camilo Corrêa de Souza

Romário Camilo Corrêa de Souza

Graduando em sistemas de informação, estagiário na Cedro e apaixonado por tecnologia.