home Sem categoria Golang no Back-End

Golang no Back-End

Golang ou mais conhecida como simplesmente Go é uma linguagem de código aberto (open source), foi criada pelo Google em 2009, especificamente pelo Rob Pike e Ken Thompson. Se nunca ouviu falar deles ou não conheça, são engenheiros renomadas, que tiveram uma enorme influência na história da computação além de influenciar grandes projetos de código aberto e grande escala para ser mais preciso e simples o UNIX é um grande exemplo.

O objetivo pelo qual se deu para criação da linguagem foi para que tivesse a rapidez do C, entretanto, um pouco mais legível e/ou fácil para desenvolvimento.

Porque usar Golang (GO)?

No parágrafo anterior mencionei algumas vantagens desta linguagem, mais a lista é bem maior. Irei mostrar alguns pontos interessantes que seria de relevância para você utilizá-la.

  • Go é super ‘leve’ falando em termos de consumo de memória. Existe até um caso de uma companhia que utilizava Ruby e gastava 50 servidores para manter rodando a aplicação passando para Go reduziram a 2 . Acesse aqui para ver na íntegra.
  • Se você precisa que sua aplicação tenha escalabilidade, Go tem um sistema de concorrência incrível fazendo que diversos processos rode simultâneos que são os goroutines e channels.
  • Compilação sem dúvida é uma das rápidas que já vi.
  • Existe um sistema de gerenciamento de memória fantástico o garbage collector então nada de se preocupar tanto com memória como no C.
  • Além disso, tudo é uma linguagem fortemente tipada.

Quem são os usuários GO?

  • Uber
  • Docker
  • Dropbox
  • OpenShift
  • Twitter

Muitas empresa hoje tem a necessidade de melhorar a performance de seus serviços a maioria está tendo olhos para o Go e outras grandes linguagem com poderes maiores  do que as ‘enterprise languages’ que vemos há dezenas de anos pelas empresas do mundo todo.

Acredito que este artigo tenhas mostrado e inspirado você conhecer mais sobre Golang ou simplesmente Go.

 

Gostou? Compartilhe: