home Sem categoria É hora de avaliar a equipe de TI

É hora de avaliar a equipe de TI

CIOs devem assegurar que sua equipe de TI está preparada para lidar com tecnologias emergentes, bem como atender às necessidades de negócios.

Novas tecnologias emergem a todo momento, e os CIOs devem entender as capacidades necessárias para atender às necessidades da “nova TI” e o mix correto de humanos e máquinas para maximizá-la. Eles também devem conhecer as habilidades e as competências necessárias para dar suporte à evolução da organização.

Para determinar se a equipe está preparada para o futuro, os líderes de TI precisam avaliar o nível de maturidade da organização ao longo de sete dimensões (veja abaixo). À luz dessa análise, podem tomar decisões sobre os componentes críticos da equipe de TI – incluindo as personas corretas e as habilidades do futuro – como obter tais habilidades, como equipes trabalham juntas, e como medir performance.

Mas o tempo está passando. Os CIOs precisam se adiantar à mudança e tomar decisões sobre a equipe agora, preparando a organização para o passo seguinte (futuro).

Avaliando a equipe de TI

Para construir a equipe de TI do futuro, os CIOs devem entender qual é sua equipe atual. As prioridades reais dos negócios, bem como as tecnologias para atendê-las, mudam com o tempo, e a equipe deve ter a capacidade de evoluir para dar apoiá-las.

CIOs podem assegurar o alinhamento da equipe de TI (e sua tecnologia) à medida que a estratégia do negócio evolui ao explorar tais dimensões:

  1. Estratégia e alinhamento de talentos: CIOs de sucesso não só criam uma estratégia de talentos alinhada aos objetivos do negócio, mas também monitoram ativamente a estratégia, revisando-a quando necessário para que continue a dar suporte aos objetivos. Não menos importante é que a equipe de tecnologia conheça tais objetivos, isto é, entenda a missão, a visão e os valores de sua própria área, no caso, TI, de modo que possa focar todas as suas energias na realização dos objetivos estratégicos.
  2. Liderança e cultura: Funcionários precisam acreditar na marca de TI. Isso significa entender o papel da tecnologia como facilitador de crescimento lucrativo, adotando uma nova mentalidade sobre o trabalho tecnológico. A TI é conhecida como sendo uma área inovadora e um ótimo lugar para se trabalhar? Os CIOs de destaque estão mostrando a mentalidade – ou a “marca” – da organização ao ajudar a moldar uma cultura corporativa coesa. Os funcionários também precisam de treinamento para entender o que se espera deles, bem como o acesso e o treinamento em ferramentas relevantes que lhes permitirão prosperar em novos ambientes.
  3. Arquitetura e talento organizacionais: O design e a estrutura da organização devem se alinhar com o modelo operacional de TI. Uma arquitetura básica de carreira deveria incluir o caminho e as funções que um jovem talento deve percorrer para chegar ao topo da estrutura organizacional. Tecnologias avançadas podem ajudar CIOs a guiar equipes mais dinâmicas e fluidas. Por exemplo, analitycs podem ajustar nas decisões de carreira. Gerir e monitorar ativamente dados da área de recursos humanos permitirá aos CIOs utilizar uma abordagem mais personalizada, ajudando os indivíduos a melhorar suas habilidades, bem como a estabelecer objetivos de carreira.
  4. Transformação no aprendizado e habilidades: CIOs com olhos no futuro regularmente avaliam as habilidades e competências necessárias para assegurar o alinhamento de talento para objetivos-chaves. Empresas podem usar ferramentas como plataformas de otimização de talentos dentro das expectativas que têm para seus talentos. A tecnologia também tem papel importante em ajudar funcionários a desenvolver novas habilidades. Por exemplo, analytics podem ser usados para montar uma arquitetura de aprendizado que identifica quais cursos, canais e atividades são necessários para apoiar o desenvolvimento do indivíduo. Plataformas de aprendizado ligadas à arquitetura de talentos, junto com ferramentas colaborativas, tornam a experiência de aprendizado customizada muito mais agradável.
  5. Formas de trabalho e experiência do funcionário: Empresas têm focado na transformação da experiência do consumidor digital. Agora é hora de focar na experiência do funcionário digital. Para fazê-lo, elas devem investir e utilizar totalmente as ferramentas digitais para colaboração, coordenação e trabalho. CIOs que pensam no futuro podem implantar tecnologias emergentes e encorajar novas formas de trabalho, tais como design thinking e metodologia ágil. Ferramentas emergentes como Microsoft Teams, Confluence, Jira e Github possibilitam às equipes colaborar eficientemente em projetos, compartilhar ideias em tempo real, e despertar a inovação por meio de desenvolvimento ágil.
  6. Capacidades de gestão de talentos: CIOs de ponta têm estratégia e capacidade de aplicar analytics preditiva de talentos no ciclo de vida do empregado para otimizar as decisões de equipe. Por exemplo, analytics podem informar as decisões de talentos em TI relacionadas a recrutamento, gestão de talentos, aprendizado e liderança. CIOs devem sublinhar habilidades e competências necessárias para o futuro, tais como resolução de problemas complexos, atendimento ao consumidor, gestão de pessoas, colaboração e processo decisório, bem como fluência digital e tino de negócios.
  7. Gestão de mudança: Gestão de mudança é uma capacidade essencial, especialmente nessa realidade de implantação de novas tecnologias e mudança diárias nos negócios. A mudança da próxima geração é digital, e emprega as últimas ferramentas, metodologias e meios – tais como mobile e vídeo. Essas ferramentas permitem aos empregados abraçar a mudança além de um projeto. CIOs devem também considerar incorporar a nudge theory (teoria do empurrão em tradução livre) motiva os empregados a abraçar a mudança, adotando novas formas de trabalho.

A questão do tempo é fundamental

Avaliar essas dimensões ajudará a definir o futuro da equipe de TI. A próxima medida de CIOs visionários é criar um mapa estruturado que destaca, etapa por etapa, as iniciativas de transformação e transição para formar a equipe do futuro. Cada etapa aproximará a equipe de TI de seu objetivo.

O mundo está mudando rapidamente – e não esperará a equipe de TI se adequar. É preciso construir a equipe do futuro aqui e agora.

Artigo original: Now is the time for an IT workforce checkup

Autoria: Diana Bersohn

Gostou? Compartilhe:

Equipe Cedro

Equipe Cedro

Empresa focada em tecnologia e referência em inovação para o mercado financeiro e em soluções de TI e mobile.