home Sem categoria Dicas financeiras para você e sua empresa lucrarem mais

Dicas financeiras para você e sua empresa lucrarem mais

É muito comum encontrarmos empresas que não possuem qualquer tipo de acompanhamento financeiro ou mesmo planejamento, e que muitas vezes acabam dando atenção às finanças apenas quando a empresa já começou a crescer. Mas esse é um erro que pode ser fatal, justamente no início quando os recursos são mais escassos.

A correria do dia-a-dia não pode ser justificativa para má administração e organização das finanças; desde a abertura do negócio, pode ser o grande diferencial entre uma empresa com capacidade de crescimento e outra que acaba fechando as portas em menos de dois anos de atividade.

Importância do planejamento financeiro para empresa

Qualquer empresário deseja que sua empresa cresça de forma sustentável e se mantenha por muitos anos com sucesso no mercado, claro. Mas isso só é possível com muito planejamento das finanças que viabilizam as ações estratégicas direcionadas ao crescimento.

O planejamento financeiro é essencial para a saúde financeira da sua empresa, pois só através dele você conseguirá acompanhar os resultados e projetar o futuro dos seus negócios, identificando gastos desnecessários e situações futuras perigosas, e assim terá tempo de tomar atitudes no intuito de evitar os problemas.

O que é Planejamento Financeiro?

É um método que avalia os dados financeiros, do passado e presente, da empresa para verificar as ações necessárias para o crescimento. Com base nos resultados dessa avaliação é possível planejar ações futuras com maior eficácia.

A principal função de um bom planejamento financeiro para uma empresa é ajudar gerar receitas, apesar de todas as despesas. Além disso, permitir a construção de resultados financeiros positivos, conseguindo retornos importantes dos investimentos feitos. Com as finanças organizadas o administrador consegue determinar os custos da empresa e projetar o faturamento ideal para manter positivo o caixa do negócio, e com as finanças estabilizadas, planejar investimentos.

Como realizar o planejamento financeiro

A primeira coisa que deve ser entendida é que o ideal é que o planejamento financeiro tenha início ao mesmo tempo em que a empresa, mas se isso já não é mais possível, você deve começar hoje mesmo.

O princípio básico é que as receitas devem ser maiores do que as despesas. Essa é a única fórmula segura para fazer sua empresa ter lucro. Isso funciona no orçamento doméstico e também na gestão financeira da sua empresa. Mas como você deve imaginar, em uma empresa são muito mais dados e informações que fazem parte dessa simples equação. Por isso o controle financeiro se mostra ainda mais importante.

O primeiro passo é conhecer os números da sua empresa e a real situação dela. Planilhas podem ajudar bastante, mas um sistema de gestão financeira pode facilitar ainda mais o registro e controle de todas as informações. Hoje existem diversas opções no mercado com muitas funcionalidades interessantes que pode auxiliar sua empresa em outros aspectos como gestão de estoque, emissão de notas fiscais, vendas e controle de cadastros de clientes.

Faça um levantamento completo dos resultados da sua empresa, busque as informações da última Demonstração de Resultados do Exercício (DRE), que mostrará as despesas, receitas e lucro obtidos ou projetados. Além dela tenha acesso à projeção de Fluxo de Caixa e ao Balanço Patrimonial da empresa.

Insira as informações de fluxo de caixa, contas a pagar e a receber,  controle de venda e gestão do estoque para iniciar uma projeção financeira para os próximos meses. O software de gestão financeira pode ajudar muito gerando relatórios e gráficos com todas as informações necessárias para avaliar a situação atual e projetar situações futuras.

Cada empresa terá uma situação e necessitará de uma ação específica para solucionar seus problemas financeiros, mas em geral existem algumas dicas que valem para todas.

  • Corte gastos desnecessários: Com a avaliação da empresa será possível identificar setores que gastam mais do que outros, ou despesas que podem ser suspensas por um período até as finanças de normalizarem. Esses cortes ou adequações de orçamento podem ser determinantes para a saúde financeira da empresa.
  • Negocie preços e prazos de pagamento: Com o planejamento financeiro você saberá exatamente quando será o período com maior valor em caixa e pode negociar descontos para pagamentos à vista, ou prazos.
  • Cuidado com os juros: A organização financeira minimiza o risco de você perder prazos de pagamentos ou não ter o valor necessário para efetuar o pagamento. Dessa forma você evita pagar multas e juros desnecessários ou mesmo a contratação de empréstimos com juros altos para cobrir despesas por falta de organização.

O que fazer com o valor economizado (transformar em patrimônio)

Assim que suas finanças estiveram organizadas você começará a identificar o lucro da empresa e será possível planejar o que fazer com esse valor. Sua empresa pode precisar de algum equipamento novo, contratação de novo recurso tecnológico, pessoal, etc. Mas não se esqueça de avaliar o impacto desse investimento nas finanças futuras.

Se a sua empresa não precisar desse tipo de investimento uma boa sugestão é realizar os investimentos bancários com os valores, dessa forma o valor do lucro do negócio crescerá e estará disponível para necessidades futuras.

Existem muitas opções de investimentos para empresas, sendo divididas em relação ao tipo de risco envolvido.

  • Investimentos conservadores

Aqueles que não apresentam risco de perda de valores, mas que normalmente oferecem uma rentabilidade inferior às outras opções. Estão inseridos nesse perfil a poupança, títulos do governo ou de renda fixa. Nessa modalidade a liquidez e a rentabilidade prevista são garantidas.

  • Investimentos moderados

Possuem algum risco, mas dentro de certo controle, além disso, não visam lucro imediato e sim a médio ou longo prazo. Integram esse perfil os títulos de empresas sólidas no mercado e fundos multimercado.

  • Investimentos arrojados

São investimentos arriscados e não devem ser adquiridos com a intenção de resgate em curto prazo. O mercado de ações oferece diversas opções de investimento de alto risco mas também possibilidades de grandes ganhos financeiros. Normalmente esse tipo de investidor diversifica os investimentos para minimizar o risco de perda.

Gostou? Compartilhe:

GestãoClick

GestãoClick

Sistema de gestão para pequenas e médias empresas que trabalham com vendas de produtos e/ou prestações de serviços.