home Sem categoria Como o correto gerenciamento de Big Data pode ajudar seu negócio

Como o correto gerenciamento de Big Data pode ajudar seu negócio

Big Data é uma expressão usada para descrever o crescimento, a disponibilidade e o uso de informações armazenadas. A ideia central do conceito de megadados é bastante simples: coletar o máximo de dados diferentes, a partir de diversas fontes, e analisá-los com o objetivo de encontrar novas tendências e padrões.

Big Data é o resultado de praticamente tudo que está sendo monitorado e medido pelo mundo. Sua quantidade cresce mais rápido do que qualquer tecnologia disponível pode armazenar, gerenciar ou analisar. Aqui, falo um pouco sobre como essa estratégia pode ajudar no seu negócio.

O problema

As organizações estão lutando para gerenciar Big Data e seu BI – Business Intelligence. A quantidade de informações criadas, capturadas ou replicadas já excedeu a capacidade de armazenamento disponível.

Por isso, empresas precisam encontrar abordagens de gerenciamento de dados mais inteligentes, que lhes permitam efetivamente usar e aperfeiçoar seus dados. O correto gerenciamento do Big Data pode alavancar seu negócio com um investimento em equipamentos e softwares.

Os números

Alguns números e estatísticas chamam a atenção. Os dados são da McKinsey&Company:

  • A previsão é que até 2020 haja mais de 40 trilhões de gigabytes de dados no mundo.
  • Em 2015 foram gastos mais de 16 bilhões de reais no setor de Big Data.
  • 2,2 milhões de terabytes de novos dados são gerados diariamente no mundo.

Gerenciar tudo isso e transformar dados em informações é um grande desafio.

Os desafios

Trabalhar com Big Data resulta em três grandes desafios básicos: armazenamento, processamento e gerenciamento de TI de forma eficiente.

Sem nem mesmo perceber, já estamos lidando com petabytes, que são milhares de terabytes, de dados. Uma quantia inimaginável de ser armazenada até há pouco tempo. O que a maioria das pessoas não sabe é que a maior parte do Big Data é feita de dados duplicados ou dados sintéticos.

A gerência dessa enormidade de informações é outro desafio inimaginável. O primeiro passo consiste em reduzir a quantidade, eliminando dados duplicados e reduzindo a quantidade de dados a ser gerido.

A próxima fronteira é aprender a gerenciar Big Data em todo o seu ciclo de vida.

As vantagens

É evidente que essa evolução não trouxe apenas desafios — as soluções são muito vantajosas para quem tem a visão correta de gerenciamento de Big Data. A construção de uma cultura orientada a dados pode ajudar sua empresa a crescer e permanecer competitiva e atualizada, independente da evolução da tecnologia de informação e seus limites.

Aqui, trazemos uma pequena amostra das vantagens diretas do uso racional do Big Data e o correspondente Sistema de BI:

  • Coletar informações em qualquer idioma aumenta a área de atuação dos negócios.
  • Classificar os dados de forma customizável fornece agilidade na atuação em novos cenários.
  • A possibilidade da parametrização da ferramenta de Big Data permite um uso rápido e racional das informações críticas para tomada de decisões.
  • Oferecer métricas, gráficos e relatórios sob medida diminui o tempo de treinamento e eficiência do pessoal técnico.
  • Cruzar os dados captados sobre o negócio e fazer comparações, através de um painel de instrumentos customizáveis, fornece agilidade na capacidade decisória da administração.

Através da captação de todos os dados relevantes, fornece subsídios concretos para tomada de decisões em concorrências.

As vantagens do correto aproveitamento do tráfego de informações e da tecnologia de business analytics pode melhorar o desempenho geral da empresa. A cultura organizacional deve partir do pressuposto de uma imensa massa de dados, e o uso sistemático de ferramentas e profissionais especializados nesta atual realidade.

Portanto, o Big Data é uma ferramenta que veio para ficar e que, cada vez mais, está mudando a forma como as empresas se organizam.

E você, tem outras sugestões sobre o assunto? Deixe seu comentário e entre na conversa!

Gostou? Compartilhe:

Eduardo Finzi

Eduardo Finzi

Eduardo Finzi é Diretor de TI da Cedro, com experiência como cientista da computação em empresas do segmento atacadista, telecom e financeiro.