home Sem categoria Como acessar o mercado de Big Data e porque isso é importante para sua empresa

Como acessar o mercado de Big Data e porque isso é importante para sua empresa

Big Data é um termo muito utilizado no setor de tecnologia. Mas você entende o que isso quer dizer e qual é o diferencial em relação a outros dados? Nesse artigo, você poderá entender o que é, como acessar e sua importância. Confira!

O que é Big Data?

Na era da conectividade, cada vez mais tecnologias e negócios captam um volume crescente de novos registros. Os mais diversos aparelhos e aplicativos conseguem extrair dados para entregar soluções aos usuários.

O conceito de Big Data se refere a um conjunto de dados extremamente variados, em volumes crescentes e transmitidos a velocidades cada vez maiores. O diferencial do Big Data, como uma ferramenta no processo de transformação digital, é a possibilidade de atrelar dados de diversas fontes, extrair informações rápidas e preciosas e, assim, gerar análises, identificar tendências, encontrar padrões e proporcionar insights.

Como acessar Big Data?

Com dados sendo capturados em praticamente em todos os lugares, a questão que fica é como acessar Big Data. Diante disso, fez-se necessário utilizar algoritmos poderosos para identificar como vários fatores podem ser utilizados pela sua empresa.

É fundamental aplicar técnicas avançadas de estatística, captura e processamento de dados para converter todo esse universo de dados em informações em ações para seu negócio: criar rotinas mais eficazes, avaliar tendências de mercado com mais velocidade, identificar fraudes com mais precisão, entre inúmeros outros fatores.

Escolha suas fontes de dados

Para começar, é preciso saber de quais serão as suas fontes de dados. Verifique quais fontes estão disponíveis para você: web analytics, monitoramento de redes sociais, plataformas de CRM, ferramentas de integração de dados, entre outros. Além disso, você pode contratar empresas que fornecem acesso a enormes volumes de dados.

Faça integração com APIs do seu negócio

APIs próprias são muito importantes para fazer integração com outras ferramentas que sua empresa utiliza ou contrata para fazer análises. É possível mapear comportamento de clientes e identificar padrões mais facilmente. Sem integrar esses dados, é preciso analisar dados separadamente e depois cruzar informações para gerar insights, um processo muito mais trabalhoso e demorado.

No processo de validação de dados cadastrais, quando um cliente está abrindo uma conta, por exemplo, é preciso consultar diversas fontes de dados para confirmar cada dado é muito trabalhoso e exige um tempo exclusivo da sua equipe para essa verificação. Já centralizando seu acesso a diferentes fontes de Big Data, você consegue validar esses dados automaticamente.

Análise de grandes volumes de dados

É fazer a análise de grandes volumes de dados agrupados e não isolados. Com uma amostragem considerável de dados variados de usuários de setores também diversos, é possível entender e analisar os padrões encontrados.

Com técnicas avançadas de estatística, captura e processamento de dados, é possível criar rotinas de análise que combinam velocidade, escalabilidade e performance. Assim, uma grande variedade de informações é avaliada continuamente, criando insights precisos sobre vários fatores.

A importância de Big Data

O Big Data se configura, hoje, como umas das principais fontes para o pensamento estratégico. Traduzir e analisar o enorme volume de dados disponíveis é uma excelente maneira de encontrar padrões, fazer associações e gerar insights. Dados imprecisos ou escassos geram custos e perdas financeiras, comprometendo ações.

Por outro lado, dados na sua forma pura, parados e subutilizados, são de pouco valor. Não deixe seus dados parados: não cometa erros como esse. É preciso trabalho contínuo para transformar esses dados em ações objetivas.

O mercado financeiro, por exemplo, está sendo transformado pelo Big Data. Muitas empresas do setor já aplicam essa tecnologia. Do setor de crédito ao de investimentos, a análise de dados reduz fraudes, aumenta lucros, identifica perfis econômicos de cada consumidor, valida dados cadastrais de clientes e torna serviços mais econômicos.

Além disso, registros financeiros passam a ser parte das estratégias de mercado, com empreendimentos conseguindo responder melhor às demandas do mercado, fidelizando clientes.

Gostou? Compartilhe:

Gabriel Rodrigues Alves Santos

Analista de Marketing Jr na Cedro Technologies. Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).