home Sem categoria Cadastro Digital: Um produto Cedro

Cadastro Digital: Um produto Cedro

Fintech consiste no termo para designar as inovações e a utilização de tecnologias por empresas do setor financeiro para entregar serviços relativos a este meio. Observando o crescimento dos recursos digitais e a forma em que são consumidos pela sociedade, torna-se possível o desenvolvimento de aplicações que buscam diminuir a burocracia e os custos de operações, além de trazer maior simplicidade na maneira de investir – como o cadastro digital.

Simplificando os processos com o Cadastro Digital

O Cadastro Digital da Cedro permite que as investidoras tradicionais conquistem cada vez mais o mundo digital para agilizar e melhorar a sua produtividade. Além disso, possibilita um maior controle das demandas visando simplificar o processo e reduzir os custos envolvidos nesse tipo de operação.

A ferramenta permite proporcionar que os clientes das investidoras financeiras façam seu próprio cadastro de forma rápida e segura. Dessa forma, garante uma experiência mais agradável para definir o seu perfil e os objetivos para investir seu dinheiro. Com isso, o Cadastro Digital permite ao investidor conhecer uma nova abordagem para buscar os produtos e serviços financeiros.

Durante o cadastro, a partir das informações pessoais do investidor (como informações financeiras, patrimônio, renda, grau de risco, expectativas e objetivos) é possível orientar a escolha dos investimentos mais compatíveis. Uma série de questões visam identificar o produto ou serviço disponível na corretora mais apropriado ao investidor em busca de maior rentabilidade. Desta forma, a aplicação permite uma avaliação adequada orientada aos perfis e produtos cadastrados pela própria instituição financeira.

Data Engine

Uma inovação do Cadastro Digital foi a integração do produto Data Engine, da própria da Cedro Technologies, que tem como objetivo validar as informações provenientes da integração de diversas fontes de dados, disponíveis em bases públicas ou privadas e governamentais. Com isso, é possível validar durante o cadastro as informações pessoais dos clientes e definir regras personalizadas de acordo com os resultados trazidos do Data Engine. Um exemplo é a definição de quais comprovantes de documentos em que o usuário deve fazer upload.

Portanto, o Cadastro Digital permite que as investidoras tradicionais entrem no mundo das Fintechs, facilitando o processo de abertura de conta, definindo qual o tipo de investimento mais adequado ao seu perfil. Para a investidora, os processos serão  automatizados desde o registro do cliente até a abertura da conta. Além disso, o sistema torna mais simples o processo de assinatura de contratos e comprovantes de documentos, já que não existe a necessidade de envio de papelada, podendo ser realizada apenas por meio da plataforma eletrônica.

 

Esse artigo é a primeira parte da série Cadastro Digital. Confira as sequências: parte 2 e parte 3!

Gostou? Compartilhe:

Caio Thomás Oliveira

Caio Thomás Oliveira

Graduado em Sistemas de Informação e com Mestrado com ênfase Sistemas de Computação focado em Redes, Sistemas Distribuídos e Internet das Coisas. Atua no mercado desde 2017.