home Sem categoria Bem-vindo à era dos assistentes virtuais

Bem-vindo à era dos assistentes virtuais

Você provavelmente já chegou ao seu trabalho e constatou que o dia seria longo, cheio de  tarefas chatas que fariam você deixar para depois coisas que realmente valeriam a pena resolver. Muitas pessoas vivenciam este pesadelo diariamente e aos pouco tem sua motivação e entusiasmo sugados pela rotina.

Atualmente uma ferramenta que pode transformar o modo como lidamos com tarefas pessoais e profissionais começa a se popularizar, o assistente virtual.

Quem são os assistentes virtuais?

Cortana, Siri, Alexa, Google Now, todos esses assistentes virtuais, de modo geral, possuem os mesmos recursos e o objetivo de facilitar nossas vidas. Seja agendando reuniões, nos mostrando o melhor trajeto a seguir, informando a temperatura ou nos conduzindo em uma pesquisa. Amazon e Google ampliaram a atuação desses assistentes os colocando dentro de nossas casas, criando os primeiros mordomos virtuais. Esses dispositivos são o primeiro passo em direção a uma tendência que vem se estabelecendo, a tecnologia como estilo de vida.

Do smart ao cognitivo

Não é de hoje que vemos a palavra “smart” vinculada a TVs, celulares e relógios digitais. Com a evolução tecnológica, os smarts se tornaram pouco intuitivos e os assistentes virtuais apareceram para transformar o modo como interagimos com estes dispositivos. Abandonar a necessidade de tocar uma tela ou baixar um aplicativo é só algumas das mudanças. Poder usufruir das mais diversas funções dos dispositivos mais modernos através de comandos de voz, tem se tornado algo habitual com a evolução da tecnologia, sem falar da capacidade de aprendizado dos softwares que possibilita uma interação orgânica e personalizada entre humano e máquina.

Otto, Amy, Andrew e Shae, nosso staff virtual

Nada melhor do que vivenciar algo para entender realmente como funciona. Imagine você chegando ao seu trabalho e checando sua agenda, então percebe que imprevistos exigirão o remanejamento de vários compromissos e que provavelmente você perderá um bom tempo entre ligações e e-mails. Então surge Amy, sua nova e eficaz secretária virtual. Amy, assistente virtual criada pela startup americana x.ai, quando copiada em e-mails de agendamento de reuniões, consegue analisar através de linguagem natural estas interações e agendar reuniões lidando inclusive com restrições de agenda, coordenando o vai e vem de mensagens até que uma data mutuamente acessível seja encontrada.

Vai sair de férias e precisa reagendar todos os compromissos? Mande um e-mail para Amy solicitando que um determinado período de sua agenda seja bloqueado, e ela irá reprogramar junto a seus contatos todos os compromissos do período em questão. Mas vamos imaginar que você não conhecia a Amy e teve todo esse trabalho sozinho, com certeza seu nível de estresse foi às alturas e agora você vai precisar da ajuda do Shae.

Este assistente nasceu com o objetivo de ser seu médico virtual. Criado pela Personal Health 360, o Shae utiliza 500 algoritmos e 10 mil pontos de dados para fornecer ajuda a seus usuários levando em conta histórico familiar, biotipo e clima. Através de um questionário sobre o fenótipo humano e dados biométricos coletados por dispositivos como smartwatches, este assistente identifica picos de estresse e o ritmo de batimento cardíaco para oferecer  ao usuário opções de alimentação balanceada, exercícios e sugestão de período ideal de férias.

Voltando para casa, o que você acharia de ser recebido por um assistente que pode controlar a temperatura ambiente, colocar sua música preferida para tocar, preparar seu banho e até cuidar da faxina? Sim, ele existe e se chama Otto. Ainda em fase de teste e sem data de lançamento, este assistente virtual desenvolvido pela Samsung, trabalha conectado a outros dispositivos, conseguindo gerenciar a casa como ninguém. Acionado por voz, Otto obedece os mais diversos comandos para auxiliar em tarefas cotidianas, além de atuar como  vigia, possibilitando a visualização de ambientes em tempo real, através de uma câmera giratória.

A internet como estilo de vida

TVs, relógios, celulares, todos dispositivos focados em facilitar ao máximo nossas vidas. Mas como a tecnologia evolui na velocidade da luz, o que nasceu com uma proposta futurista, começa a dar sinais de obsolescência. Baixar, digitar, pesquisar, ler, já são ações incômodas que desencantam alguns usuários. O assistente virtual nasce com o propósito nos livrar dessas pequenas interações e fazer com que nosso relacionamento com esses dispositivos seja cada vez mais intuitivo e orgânico. Só de imaginar que, em pouco tempo, qualquer pessoa, familiarizada com a tecnologia ou não, poderá usufruir das mais diversas funcionalidades tecnológicas utilizando apenas comandos de voz é bastante animador. Felizmente, esta transição parece estar acontecendo rapidamente e  a união entre assistentes virtuais e o vasto mundo de informações que representa a internet facilitará nosso dia a dia e fará com que a tecnologia se torne nosso estilo de vida.

Gostou? Compartilhe:

Bruno Luiggi

Bruno Luiggi

Formado em Comunicação Social e especialista em prospecção comercial. Atua na área de abertura de novos mercados na Cedro Technologies.