home Sem categoria BDD e Teste de Software

BDD e Teste de Software

Se você é um analista de teste de software, um programador, um Scrum Master ou um entusiasta de metodologias ágeis para o desenvolvimento de software já deve ter ouvido falar em BDD, porém, se você ainda não conhece esse termo, não se assuste!                      

O objetivo deste artigo é falar um pouco sobre o BDD no teste de software. Vamos então conferir o que essa sigla significa:

BDDBehavior Driven Development (Desenvolvimento Guiado por Comportamento).

De forma mais clara o BDD é um conjunto de boas práticas que visa auxiliar na construção de um produto apoiando os envolvidos no entendimento do que está sendo construído.

O Behavior Driven Development  (BDD) utiliza de linguagem natural e, com isso, busca diminuir cada vez mais o “gap” existente entre a área de negócio e de desenvolvimento fornecendo uma documentação viva que será de grande importância para todo o time envolvido no projeto.   

É importante lembrar que, apesar do objetivo ser falar sobre o BDD no teste de software, a prática faz parte de todo o processo de desenvolvimento, não apenas do final teste.

O BDD durante o Teste do Software

Utilizando a metodologia do BDD o analista de testes consegue planejar e criar os seus testes antes mesmo do desenvolvimento ser iniciado, assim, quebramos o paradigma de que o BDD seria aplicado como uma camada durante o desenvolvimento e passamos a vê-lo como um processo completo durante todo o projeto.

Escrevendo seu teste funcional utilizando BDD

O planejamento e a escrita dos seus testes funcionais com a semântica do BDD é uma atividade importante, pois é a partir dessa etapa que você irá criar uma documentação viva que será utilizada por todos os membros do seu time.

Qual é a semântica do BDD?

Para criar cenários de teste utilizando BDD usaremos as palavras chaves:

Dado (Given);

Quando (When);

Então (Then).

Veja como estas palavras chaves devem ser utilizadas:

Dado: Define as pré-condições verdadeiras para executar o seu teste

Quando: Define a ação que será executada

Então: Seguindo a ação descrita no QUANDO define o resultado esperado para o seu teste

Veja agora um teste escrito utilizando a semântica do BDD para a funcionalidade a seguir:

Funcionalidade: Cliente com saldo negativo em sua conta bancária tenta realizar um saque e é informado que o seu saldo é insuficiente.

BDD e Teste de Software

Vale lembrar que existe mais uma palavra chave que pode ser usada para adicionar uma sentença ao seu teste, essa palavra é o ‘E’.

O palavra chave E adiciona uma sentença positivas no Dado, no Quando ou no Então.

Veja um exemplo:

Funcionalidade: Novo usuário realiza seu cadastro no Twitter e é informado que a sua conta foi criada com sucesso.

BDD e Teste de Software 2

Gostou? Compartilhe:

Elisabeth Mamede

Elisabeth Mamede

Analista de Testes, formada em Sistemas de Informação com certificação Internacional em Qualidade e Teste Software (CTFL/BSTQB). Entusiasta de novas tecnologias e comunidades como o GDG Uberlândia.

  • Katia Gonçalves

    Ótimo conteúdo. Parabéns Elisabeth!

    • Elisabeth Mamede

      Obrigado Katia!